Últimas notícias

AS MULHERES EM SEUS VÁRIOS AMBIENTES

Há quem diga que a mulher é um ser multitarefa, que trabalha bem em qualquer área. A história nos mostra que isso é verdade. São muitas as figuras femininas das quais podemos nos orgulhar. No Brasil, temos nossas guerreiras ambientais. Ambiental Mercantil decidiu mostrar algumas delas para seus leitores.

Se as mulheres podem votar hoje em dia, devemos agradecer às integrantes do Movimento Sufragista. Era a luta das mulheres pelo direito ao voto. As mulheres brasileiras conquistaram o direito ao voto no ano de 1932. A França permitiu o voto feminino somente em 1945. Foi a última dentre as principais nações europeias a obter a conquista.

                Quando falamos em ciência, logo lembramos da polonesa Marie Curie. Primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel de Física e a lecionar na renomada Universidade Sorbonne, em Paris, ela conduziu pesquisas pioneiras no ramo da radioatividade.

                Na área ambiental brasileira, temos a bióloga Neiva Guedes. Durante uma prática de campo no Pantanal Matogrossense, ela descobriu que a arara azul estava ameaçada de extinção. Inconformada, Neiva criou o Projeto Arara Azul. Além de estudar a espécie e o ambiente onde as araras vivem, a bióloga também busca por alimentos e abrigo e acompanha a reprodução. Através do desenvolvimento de um ninho artificial, Neiva conseguiu ampliar a população da espécie.

                O projeto Transition Towns (Cidades em Transição) foi criado pelo inglês Rob Hopkins. Mas foi a paranaense Mônica Picavêa a responsável pela implementação do projeto na Brasilândia, um dos bairros mais pobres de São Paulo. Presente em mais de 30 países, o Transition Towns transforma ambientes urbanos em cidades sustentáveis. Os habitantes da Brasilândia aprendem a captar a água da chuva para reuso e antigos terrenos baldios agora possuem hortas comunitárias.

                Em um trabalho incansável pela Mata Atlântica, Márcia Hirota é a Diretora Executiva da Fundação SOS Mata Atlântica. Ambientalista, Márcia coordena, desde 1994, o Atlas da Mata Atlântica. Trata-se do monitoramento do bioma, realizado em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Supervisora dos programas de restauração da floresta, foi uma das homenageadas pelo Prêmio Muriqui, em 2010, na edição especial de 20 anos da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

                Os canais integrados Ambiental Mercantil (classificados, notícias e eventos) deixam aqui os parabéns a todas estas e muitas outras mulheres, que estão lutando pela preservação do meio ambiente.

Hoje estaremos homenageando aproximadamente 40 mulheres, profissionais que atuam nos mais variados setores ambientais. Convidamos você a seguir nossas redes sociais e conhecer cada uma dessas mulheres inspiradoras, que fizeram das causas ambientais suas vidas.

REDES SOCIAIS:

LinkedIn> https://www.linkedin.com/company/ambiental-mercantil-brasil
Facebook> https://www.facebook.com/ambientalmercantil
Instagram> https://www.instagram.com/ambientalmercantil
Twitter> https://twitter.com/AmbMercantil
RSS> http://feeds.feedburner.com/RSSAmbientalMercantil

Curtam e compartilhem, porque elas merecem!

Por Ângela Schreiber, com exclusividade.