Crianças do Sahel e leste da África 11 vezes mais propensas a morrer por água contaminada

Crianças do Sahel e leste da África 11 vezes mais propensas a morrer por água contaminada

Imagem: Ocha/Otto Bakano – Mortes podem ser evitadas com apoio internacional urgente | Cerca de 2,8 milhões de menores sofrem com subnutrição aguda grave; Unicef usou Semana Mundial da Água para destacar apelos subfinanciados nas duas regiões.

Setembro de 2022 – Crianças do Chifre da África e do Sahel enfrentam desnutrição grave e risco de doenças transmitidas pela água. Em 23/08, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, alertou para um possível número “arrasador” de mortes por causa da situação, que pode ser evitada com apoio internacional urgente.

Uma nota sobre a Semana Mundial da Água revelou que mais de 2,8 milhões de crianças sofrem de subnutrição aguda grave nas duas regiões. A proporção do risco de morte por doenças transmitidas pela água é 11 vezes mais alta do que em menores bem nutridos.   

Mortalidade infantil

A diretora executiva do Unicef, Catherine Russell, lembra que “a história mostra que quando altos níveis de desnutrição aguda grave em crianças se combinam com surtos de cólera ou diarreia, a mortalidade infantil aumenta de forma dramática e trágica.”  

Para a chefe da agência, “quando a água não está disponível ou não é segura, os riscos para as crianças se multiplicam exponencialmente”. Mas para o caso do Chifre da África e do Sahel, “milhões de crianças estão a apenas uma doença de uma catástrofe”. 

Globalmente, cerca de 2 bilhões de pessoas consomem água contaminada – Crédito: Unicef/Christopher Herwig

O número de vítimas da seca sem acesso a uma fonte confiável de água potável aumentou de 9,5 milhões em fevereiro para 16,2 milhões em julho na Etiópia, no Quênia e na Somália.

A situação coloca crianças e suas famílias em risco crescente de contrair doenças como cólera e diarreia.  Quase todos os distritos somalis afetados pela seca notificaram um cumulativo de 8,2 mil casos de diarreia aguda e de cólera no primeiro semestre deste ano.

O total corresponde a mais do dobro do número de pacientes do mesmo período de 2021. 

Maior risco

Crianças com menos de cinco anos são quase dois terços das vítimas. De junho de 2021 ao mesmo período deste ano, a atuação do Unicef com parceiros tratou mais de 1,2 milhão de casos de diarreia no grupo etário nas regiões de Afar, Somali, SNNP e Oromia na Etiópia.

Crianças com menos de cinco anos são quase dois terços das vítimas na Etiópia | Crédito: Foto: Unicef – Meyer

No Quênia, mais de 90% das fontes de água de superfície, de fontes como lagoas e poços abertos estão esgotadas ou secaram. A situação é tida como “um sério risco de surto de doenças”.

No caso do Sahel, a disponibilidade do recurso também diminuiu mais de 40% nos últimos 20 anos. A situação deveu-se a fatores como alterações climáticas e conflitos que expõem milhões de crianças e famílias em maior risco de doenças transmitidas pela água. 

A África Ocidental e Central registrou o pior surto de cólera da região nos últimos seis anos no ano passado. O total inclui 5.610 casos e 170 mortes do Sahel Central.   

Apelos subfinanciados

Tanto no extremo oriental africano como no Sahel, o Unicef oferece auxílio essencial e serviços em diversos setores par a resiliência de crianças que precisam urgentemente de ajuda e suas famílias.

As ações envolvem oferecer serviços para melhorar o acesso a água diante das condições climáticas, serviços de saneamento e higiene, perfurações para a criação fontes fiáveis de águas subterrâneas. 

O trabalho envolve alargar sistemas solares, rastrear e tratar crianças com subnutrição e serviços de prevenção.

Unicef oferece auxílio essencial e serviços em diversos setores para resiliência de crianças que precisam urgentemente de ajuda
Crédito: © Unicef/Phil Hatcher-Moore

A agência da ONU diz contar com 3% de fundos do apelo para melhorar a resiliência das famílias a longo prazo na região do extremo leste da África. Outros alvos são impedir mais mortes devido à seca nos próximos anos.

Já para o Sahel Central, o valor para a resposta às necessidades das crianças e famílias vulneráveis chega a 22% para atuar em iniciativas dos setores de água, saneamento e higiene.

Site oficial: https://news.un.org/pt/

Crédito:
Imprensa | Nações Unidas – ONU News

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 2910 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal exclusivo sobre o Meio ambiente e Tecnologias ambientais, ESG e Sustentabilidade, Energias Renováveis (Solar Eólica, Biogás e muito mais), Cursos e Eventos!