CDP mobiliza empresas ao redor do mundo no combate a mudanças climáticas em nova plataforma de dados ambientais

softelec
O CDP Global Disclosure Dialogue 2024 2024 é um evento online inédito em 4 de junho, transmitido de locais ao redor do mundo, de Tóquio a Nova York.
O CDP Global Disclosure Dialogue 2024 2024 é um evento online inédito em 4 de junho, transmitido de locais ao redor do mundo, de Tóquio a Nova York.

Imagem: Divulgação | Lideranças globais endossam transparência ambiental em evento simultâneo da Carbon Disclosure Project (CDP) em oito países, com transmissão ao vivo

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Junho de 2024 – Gestor da maior plataforma global de dados ambientais, o CDP está lançando um novo sistema que integrará informações sobre clima, florestas, segurança hídrica, plástico e biodiversidade. Atualmente, mais de 24 mil organizações, entre empresas, cidades, estados e investidores dão transparência a suas práticas ambientais pelo Carbon Disclosure Project – CDP.

“A transparência de dados e informações ambientais é imprescindível diante das urgências impostas pela crise climática. O acesso a dados de qualidade é elemento-chave para a definição de estratégias e planos de ação de efetivas e eficientes para prevenção de desastres, mitigação e adapta climáticas”, enfatiza Rebeca Lima, diretora executiva do CDP Latin America.

O ciclo de reporte se inicia dia 4 de junho, marcando o lançamento da nova plataforma com o evento Global Disclosure Dialogue, realizado simultaneamente em oito países, com lideranças mundiais que alertarão sobre a urgência de ação.

O encontro se iniciará em Tóquio, passando por Xangai, Cingapura, Nova Delhi Mumbai, Bruxelas, Londres, São Paulo e Nova York. Entre os porta-vozes estão executivos das japonesas NTT Data e Nissay Asset Management, o vice-presidente da chinesa Lenovo, além do Fundo Monetário Internacional, JPMorgan e Bloomberg. Representando o Brasil, estará Marcos Ivo, diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Klabin. Aspectos regulatórios, fortalecimento das pequenas e méidas empresas, desafios dos padrões de divulgação, cadeia de suprimentos, são alguns dos temas discutidos nos palcos internacionais.

“A presença de instituições financeiras é estratégica, pois elas são fundamentais para engajar o setor privado e nas crescentes discussões sobre financiamento climático para governos subnacionais”, adianta Rebeca Lima. Na América Latina, são 35 investidores com mais de US$ 2 trilhões em ativos. No Brasil, há oito instituições financeiras, que detêm quase US$ 1 trilhão de ativos, comprometidas em influenciar as empresas de suas carteiras a reportarem seu desempenho ambiental.

Para atender às necessidades de investidores e órgãos reguladores, entre eles a Comissão de Valores Imobiliários (CVM), o novo questionário corporativo do CDP 2024 está alinhado ao padrão ISSB (norma IFRS S2), órgão criado para desenvolver normas de relatórios financeiros relacionados à sustentabilidade. Além do alinhamento com o novo padrão climático de divulgação, o questionário também traz os temas de florestas, água, biodiversidade e plásticos de maneira integrada em um único questionário. Essa abordagem integrada de natureza vem alinhada e segue as recomendações da TNFD (Task-force for Nature-related Finance Disclosure).

Global Disclosure Dialogue – Lançamento da plataforma CDP 2024

  • Data: 4 de junho de 2024
  • Transmissão global ao vivo: 8h às 11h (participação Brasil: 9h às 9h30)
  • Link para programação e transmissão global
    Link para Painel Brasil: 9h30 às 10h20 “Impulsionando o reporte corporativo: o papel dos governos, empresas, setor financeiro e órgão regulador”, com representantes do CDP Latin America; CVM; Itaú; Estado de Goiás; Grupo Boticário.

Sobre o CDP 

O CDP é uma organização global sem fins lucrativos que administra um sistema mundial de divulgação ambiental para empresas, cidades, estados e regiões. Fundado em 2000 e trabalhando com mais de 700 instituições financeiras que abrangem mais de US$ 142 trilhões em ativos, o CDP foi pioneiro no uso de mercados de capitais e compras corporativas para motivar as empresas a divulgar seus impactos ambientais, reduzir as emissões de gases de efeito estufa, gerenciar os recursos hídricos e proteger as florestas.

Mais de 24 mil organizações em todo o mundo divulgaram dados por meio do CDP em 2023, com mais de 23 mil empresas – incluindo listadas que valem dois terços da capitalização de mercado global – e mais de 1.100 cidades, estados e regiões. Totalmente alinhado à TCFD, o CDP detém o maior banco de dados ambientais do mundo e as pontuações do CDP são amplamente utilizadas para impulsionar decisões de investimento e aquisição para uma economia de carbono zero, sustentável e resiliente. O CDP é membro fundador da iniciativa Science Based Targets, We Mean Business Coalition, The Investor Agenda e da iniciativa Net Zero Asset Managers.

Site oficial: https://www.cdp.net/en/latin-america

Imprensa

Temas Relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5256 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!