Encerrar o clico do esgoto é cuidar do meio ambiente

softelec
Imagem: Iguá Saneamento
Imagem: Iguá Saneamento

Imagem: Divulgação | Iguá Saneamento promove iniciativas para alertar população sobre a importância da destinação dos dejetos. Entre as ações que visam a conservação hídrica e saúde pública estão campanhas de conscientização e projetos de inovação que já geram impacto positivo

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Junho de 2024 – Ciente de seu compromisso com a sustentabilidade, a Iguá Saneamento, uma das principais empresas privadas do setor, entende que a sustentabilidade não é apenas um compromisso, mas um fator inseparável do seu negócio, que possibilita transformar a vida das pessoas. Por este motivo, a companhia tem focado seus esforços na universalização dos serviços de saneamento básico visando uma gestão eficaz dos recursos hídricos e tendo na inovação uma importante aliada. São diversas iniciativas realizadas nas operações, incluindo campanhas de conscientização sobre a importância da destinação correta do esgoto doméstico.

Em Cuiabá, por exemplo, a operação Águas Cuiabá, em parceria com a Prefeitura Municipal, Ministério Público, Tribunal de Justiça de Mato Grosso e Arsec, lançou na última semana o projeto Interligue Já. Por meio de vistorias, o objetivo é divulgar a disponibilidade da rede de esgoto e promover a conscientização da população sobre a necessidade de realizar a interligação correta, gerando impacto positivo direto no meio ambiente. Atualmente, Cuiabá evita que 14 toneladas de carga poluidora sejam despejadas nos rios Cuiabá e Coxipó, diariamente. A concessionária, operadora do Grupo Iguá na capital mato-grossense, acaba de ser premiada pela terceira vez pelo Instituto Trata Brasil por seus investimentos no saneamento da cidade. Agora, com a nova campanha, espera ampliar o volume de esgoto tratado, o que protege os ecossistemas aquáticos, a biodiversidade e ajuda a cuidar do Pantanal.

Outra operação da Iguá — no Rio de Janeiro — promove o programa Juntos e Conectados desde 2023. O foco é sensibilizar os moradores sobre a importância da correta interligação às redes coletoras e da necessidade de separação entre o esgoto e a rede pluvial, que coleta a água de chuva. Na primeira fase, que percorreu o bairro do Recreio dos Bandeirantes, cerca de 6 mil endereços foram visitados e 90% estavam com instalações adequadas. A segunda fase do projeto segue em 2024, na região do Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca.

Preservação hídrica

No Rio de Janeiro, a dragagem do Complexo Lagunar na Barra da Tijuca e Jacarepaguá — a maior operação de retirada de lodo e resíduos da história das lagoas — é exemplo do compromisso e investimento que a Iguá Saneamento realiza em prol da preservação hídrica. A previsão é retirar cerca de mil piscinas olímpicas de resíduos num período de 36 meses. As obras, que começaram no mês passado, vão melhorar a qualidade hídrica e, consequentemente, contribuir com o reequilíbrio do ecossistema e a revitalização da biodiversidade local. Na região, a concessionária já realizou o plantio de 4 hectares de manguezal e desenvolve uma infraestrutura dedicada para áreas de alta ocupação de solo com a instalação de Coletores de Tempo Seco (CTS), que interceptam o esgoto despejado na rede pluvial, levando para a estação de tratamento e protegendo, assim, os corpos hídricos.

As concessionárias do Grupo em Cuiabá (MT), Rio de Janeiro (RJ), Atibaia (SP) e Agreste (AL) também atuam fortemente na gestão sustentável dos resíduos por meio do reaproveitamento do lodo, um subproduto nas Estações de Tratamento de Esgoto. Com apoio de parceiros, esse resíduo é transformado em adubo orgânico, tijolos ecológicos, argila para a produção de cerâmica e manta biodegradável para forragem do solo, diminuindo o uso de aterros sanitários e promovendo a economia circular.

Outras quatro operações da Iguá Saneamento — Paranaguá Saneamento (PR), Águas Cuiabá (MT), Iguá Rio (RJ) e Sanessol (SP) — também contribuem com um ciclo mais sustentável do esgotamento sanitário por meio da arrecadação de óleo de cozinha usado, que é encaminhado para a reciclagem, visando a redução do impacto ambiental e a promoção da educação socioambiental. Pioneira nesta iniciativa entre as concessionárias do grupo, a Paranaguá Saneamento já arrecadou mais de 3 mil litros de óleo de cozinha usado, preservando mais de 34 milhões de litros de água (número equivalente a mais de 13 piscinas olímpicas). Em Mirassol (SP), o projeto que conta com apoio da Sanessol, arrecadou aproximadamente 6 mil litros de óleo usado, somente em 2023.

“São trabalhos importantes de acompanhamento e conscientização que geram grandes impactos social e ambiental”, comenta Péricles. “Essas ações coletivas são necessárias e indispensáveis, mas a preservação do meio ambiente está também nas pequenas ações individuais que, somadas, geram um grande impacto. Garantir que o seu imóvel esteja corretamente interligado à rede e fazer a destinação correta do esgoto sanitário, como a separação do óleo de cozinha usado, por exemplo, são algumas das maneiras pelas quais cada pessoa pode contribuir”, finaliza Weber.

Sobre a Iguá Saneamento

Companhia gerida pela IG4 Capital, a Iguá Saneamento atua na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário por meio de concessões e parcerias público-privadas. Uma das principais empresas do setor no país, está presente em 27 municípios, de seis estados brasileiros — Alagoas, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo — com 16 operações que beneficiam 3 milhões de pessoas.

Signatária da Rede Brasil do Pacto Global (iniciativa da Organização das Nações Unidas), a companhia participa dos Movimentos 2030, com foco na universalização do saneamento, na segurança hídrica, na redução das emissões de CO2, no aumento de mulheres na liderança e na transparência de gerenciamento do negócio. Por sua gestão sustentável, desde 2021 figura no ranking do GRESB (Global Real Estate Sustainability Benchmark).

A Iguá também se destacou como líder na categoria de saneamento, gestão de resíduos e infraestrutura no TOP Open Corps 2023, ranking nacional que avalia a relação com startups. Recebeu duas certificações das normas ISO (International Organization for Standardization) ISO 37001 e 37301 – que abrangem, respectivamente, Sistemas de Gestão Antissuborno e Sistemas de Gestão Compliance, reforçando os altos padrões éticos e legais aplicados nas operações. Ainda em 2023, a companhia foi eleita pelo 7° ano consecutivo como excelente empresa para se trabalhar pela consultoria Great Place to Work (GPTW).

Site oficial: http://www.igua.com.br

Imprensa

Temas Relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
About Ambiental Mercantil Notícias 5348 Articles
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!