Gerdau, Gerando Falcões e ACNUR se unem em prol das pessoas atingidas pelo maior desastre climático do Rio Grande do Sul

softelec
Foto: ACNUR/Zé Carlos de Andrade | ACNUR doou unidades habitacionais de emergência ao Rio Grande do Sul
Foto: ACNUR/Zé Carlos de Andrade | ACNUR doou unidades habitacionais de emergência ao Rio Grande do Sul

Imagem: Divulgação | Parceria, que visa a instalação de casas modulares, impactará 600 pessoas afetadas pela catástrofe ocorrida no estado

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Julho de 2024 – A Gerdau, maior empresa brasileira produtora de aço, se une à Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), para disponibilizar 100 Unidades Habitacionais de Emergência, que vão beneficiar até 600 pessoas afetadas pelas chuvas na região metropolitana de Porto Alegre (RS). A ação é parte do fundo aberto pela Companhia e a ONG Gerando Falcões para captação de recursos direcionados a reconstrução de habitações no estado gaúcho.

As casas modulares, cujos modelos são usados desde 2015 pela ACNUR, abrigam de 4 a 6 pessoas da mesma família. As instalações, que foram testadas em laboratório e no campo para aguentarem diferentes situações climáticas, possuem cerca de 18m², com altura de 2,83m, largura de 3,32m e comprimento de 5,68m e uma vida útil de até cinco anos. As casas são equipadas com iluminação LED e um sistema de ancoragem que garante estabilidade a residência temporária, e cada unidade pesa aproximadamente 161 kg, aguentando ventos de até 65 km/h. Os abrigos são montados em até 6 horas por equipes treinadas e a estrutura é composta por aço leve e conta com teto, divisórias de parede, portas e janelas, além de revestimento do piso.

De acordo com o Paulo Boneff, líder global de responsabilidade social e desenvolvimento organizacional da Gerdau, essa iniciativa se soma às demais ações que a Gerdau tem implementado desde o começo das chuvas no estado.

“A Gerdau, como uma empresa fundada no Rio Grande do Sul, está comprometida em apoiar a população gaúcha diante do cenário desafiador e em dedicar esforços para a reconstrução do estado. Estamos focados em atender as necessidades habitacionais das comunidades nos municípios atingidos pela catástrofe em frentes com moradoras definitivas e em ações de moradia temporárias por meio de parcerias como esta e reafirmamos nosso compromisso em construir um novo futuro, sendo parte das soluções aos desafios da sociedade”, afirma Boneff.

“Como organização humanitária com mais de 70 anos de atuação em emergências, o ACNUR ofereceu sua experiência e capacidade técnica à disposição da resposta nacional e estadual a essa tragédia climática sem precedentes no país. O apoio da Gerdau vem fortalecer o resultado de nossa atuação e demonstra a confiança em nosso trabalho e nas soluções que promovemos para proteger as pessoas impactadas”, declara Davide Torzilli, representante do ACNUR no Brasil.

“Somos gratos por poder oferecer auxílio ao Rio Grande do Sul neste momento delicado. É importante que todos que tenham expertises e capacidades para apoiar nas fases emergencial e de reconstrução das cidades atingidas atuem em conjunto para garantir as melhores soluções possíveis. Por isso, reunimos diferentes atores sociais nessa causa, desde representantes do poder público até organizações privadas e a nossa rede da Gerando Falcões”, destaca Nina Rentel, Diretora de Tecnologias Sociais da Gerando Falcões.

Além das Unidades Habitacionais de Emergência, a parceria entre Gerdau, ACNUR e Gerando Falcões inclui a capacitação e apoio técnico às autoridades locais para definição de protocolos de proteção a grupos vulneráveis e de ajuda humanitária, bem como para construção de infraestrutura em espaços de abrigamento provisório e entrega de itens de necessidade básica, como colchões, cobertores, roupas, lonas, água e kits de higiene.

Sobre a Gerdau

Com 123 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em vários países e conta com mais de 30 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço.

A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,86 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,91 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,82 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3) e Nova Iorque (NYSE).

Site oficial: https://www.gerdau.com.br

Sobre a Gerando Falcões

A Gerando Falcões é um ecossistema de desenvolvimento social que atua para acelerar o poder de impacto de líderes de favelas de todo país que possuem um sonho em comum: colocar a pobreza das favelas no museu. Seu foco são iniciativas transformadoras, capazes de gerar resultados de longo prazo. O projeto entrega serviços de educação, desenvolvimento econômico e cidadania e executa programas de transformação sistêmica em comunidades, como o Favela 3D.

Site oficial: https://gerandofalcoes.com

Sobre o ACNUR

A Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) é uma organização dedicada a salvar vidas, proteger os direitos e garantir um futuro digno a pessoas que foram forçadas a deixar suas casas e comunidades devido a guerras, conflitos armados, perseguições ou graves violações dos direitos humanos. Presente em 135 países, o ACNUR atua em conjunto com autoridades nacionais e locais, organizações da sociedade civil e o setor privado para que todas as pessoas refugiadas, deslocadas internas e apátridas encontrem segurança e apoio para reconstruir suas vidas.

Site oficial: https://www.acnur.org/portugues

Imprensa

Temas Relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
About Ambiental Mercantil Notícias 5348 Articles
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!