Ambev inicia nova edição da Aceleradora 100+ e Startups receberão mentorias e apoio para implementar pilotos

Após essa fase, haverá uma nova seleção, em que serão definidos os negócios que avançam para a etapa de implementação dos pilotos e que se apresentam no Demoday da Aceleradora, previsto para ser realizado no início de 2023.
Após essa fase, haverá uma nova seleção, em que serão definidos os negócios que avançam para a etapa de implementação dos pilotos e que se apresentam no Demoday da Aceleradora, previsto para ser realizado no início de 2023.

Imagem: Divulgação | De acordo com o relatório que avaliou a última edição do programa, 100% dos participantes consideram que o impacto positivo gerado pelo negócio foi ampliado com a participação na Aceleradora 100+

Julho de 2022 – A Aceleradora 100+ acaba de anunciar os 20 negócios selecionados para a 4ª edição do programa de inovação aberta, criado pela Ambev e voltado ao desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras. As startups agora partem para a etapa de Intensive Learning, processo com oito semanas de duração, em que os(as) empreendedores(as) passarão por workshops sobre temas relevantes para o desenvolvimento do negócio e refinamento das suas propostas de piloto.

Esta etapa conta com a execução do Quintessa, aceleradora de impacto pioneira no país, e a presença da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA), co-realizadora da iniciativa, e demais parceiros e apoiadores — PepsiCo, Valgroup, Machado Meyer e Ball Corporation.

Após essa fase, haverá uma nova seleção, em que serão definidos os negócios que avançam para a etapa de implementação dos pilotos e que se apresentam no Demoday da Aceleradora, previsto para ser realizado no início de 2023.

O objetivo do programa é encontrar ideias inovadoras, que ajudem a companhia e parceiros a avançar em seus compromissos de sustentabilidade para 2025 nas frentes de mudanças climáticas, agricultura sustentável, embalagem circular, gestão de água e Amazônia.

“Na Ambev nós seguimos empenhados em promover ações de crescimento compartilhado para que todo o nosso ecossistema tenha oportunidade de se desenvolver com base em soluções que realmente contribuam para a promoção de um futuro melhor. A Aceleradora 100+ é a representação desse nosso objetivo, que além de ampliar os horizontes de startups que tem tanto potencial, ainda nos ajuda a alcançar nossas metas e compromissos. Sem falar na possibilidade de participar na sequência também do Global 100+ Accelerator, que é a versão internacional do programa.”, diz Lisa Lieberbaum, Gerente de Sustentabilidade da Ambev

O relatório final que avaliou aspectos da última edição do programa, revelou que 100% dos empreendedores participantes entendem que o impacto positivo gerado pelo negócio foi ampliado após a participação na Aceleradora 100+. O estudo também mostrou que é unanimidade o desejo das startups em continuar com a parceria com a Ambev e PPA.

“Neste segundo ano da parceria tivemos um processo ainda mais apurado de seleção das iniciativas. Terminamos a primeira etapa de seleção muito satisfeitos com a turma deste ano, que traz como diferencial a entrada de diversos empreendimentos liderados por amazônidas e um terço da turma formada por cooperativas de vários tamanhos, além de iniciativas voltadas à soluções em tecnologia e turismo. Esperamos que essa diversidade de soluções que se complementam para o desafio de conservação da sociobiodiversidade fortaleça a troca de experiências e fomente novas parcerias entre os negócios e com outros parceiros da nossa rede”, comenta Juliana Simionato, Coordenadora de Projetos da PPA.

“A Aceleradora 100+ é um ótimo exemplo de como podemos criar iniciativas ganha-ganha. Os empreendedores recebem suporte técnico, faturam, implementam suas soluções, geram impacto positivo, têm a possibilidade de crescer junto a grandes parceiros. A Ambev encontra novas soluções para bater suas metas de sustentabilidade. A PPA encontra novas organizações que tangibilizam seu propósito. Nós colocamos nossa missão em prática, gerando resultados tangíveis para a solução de relevantes desafios socioambientais do nosso país. E, ainda, o ecossistema é beneficiado com negócios de impacto mais maduros pós programa,” afirma Anna de Souza Aranha, sócia e diretora do Quintessa.

“Participar da 4ª Turma da Aceleradora 100+ é uma grande oportunidade para buscarmos novas soluções que apoiem tanto os nossos objetivos de sustentabilidade quanto de outros parceiros. Recentemente lançamos nossas novas metas de sustentabilidade para 2030 e sabemos que somente teremos sucesso se trabalharmos em conjunto e em colaboração com diversos atores. Como grandes empresas, esse é o momento de olharmos para as boas e novas ideias e usar nosso potencial de impacto e escala, em conjunto, para tornar o mundo mais sustentável”, comenta Estevão Braga, Diretor de Sustentabilidade da Ball América do Sul.

Startups Selecionadas para participar da etapa de aceleração

O2eco
A O2Eco realiza tratamento de água e efluentes sem uso químico ou bactéria exóticas, através de uma placa de parafina com minerais que ativam o processo de bioestimulação natural e as bactérias que já estão no corpo hídrico a consumirem a matéria orgânica.
LiaMarinha
A LiaMarinha desenvolve e aplica tecnologias ecológicas e sustentáveis para melhorar a qualidade das águas.
Ecclo
A ECCLO atua na área do saneamento e paisagismo multifuncional, desenvolvendo soluções baseadas na natureza através de jardins para tratamento de esgoto sanitário, efluente industrial, lodo de ETE, poluição difusa das águas de chuva e corpos hídricos contaminados, gerando água para reuso.
Barkus
A Barkus é uma edtech que democratiza o acesso à educação financeira para jovens e adultos através de um bot humanizado que atua como uma educadora financeira de bolso via Whatsapp.
JáEntendi
A Já Entendi oferece tecnologia exclusiva e metodologia didática própria para capacitação profissional de trabalhadores operacionais ou de baixa escolaridade.
MEI Shop
O MEI Shop contribui para o aquecimento econômico do país, empoderando pequenos empreendedores a terem sucesso em sua trajetória com consciência e autonomia.
Dioxd
A Dioxd oferece serviço de tratamento de sementes com CO2 para aumento de produtividade, extraindo o maior potencial genético das sementes.
Auravant
Auravant é uma ferramenta digital que permite analisar toda a informação agronômica da fazenda para que se possa alcançar o desempenho mais eficaz e sustentável de forma mais simples.
Biotecland
A Biotecland é uma Startup em agrobiotecnologia especializada em microalgas para agricultura sustentável.
Agtrace
A AgTrace é uma empresa de rastreabilidade e gestão da qualidade de produtos agrícolas que visa aumentar a transparência e eficiência na cadeia de fornecimento de alimentos.
iWrc
A iWrc é uma startup que tem como propósito conectar as cooperativas de reciclagem diretamente às grandes empresas.
BioBeads
A BioBeads oferece uma plataforma de polímeros sustentáveis e biodegradáveis, com base em tecnologia brasileira.
Amachains
A Amachains organiza as informações das cadeias produtivas com o foco em desenvolvimento sustentável, ODS e ESG.
Urucuna
A Urucuna busca promover a reconexão com a natureza através de Aromas para Casa e da valorização de Artes dos Povos.
AMZ Projects
A AMZ é uma produtora de experiências especializada na Amazônia através de viagens.
Centro das Plantas Medicinais Olawatawa
O Centro das Plantas Medicinais Olawatawa foi criado em 2015 com objetivo de fortalecer o conhecimento tradicional. Através do etnoturismo, podemos gerar renda para a nossa comunidade, investir na saúde do nosso povo e fortalecer nossa cultura.
Coopaiter
A Coopaiter é uma Cooperativa Indígena na região amazônica, com 210 famílias cooperadas e 1000 indígenas assistidos, produzindo e comercializando castanha do Brasil e café.
CooperReca
A Cooper Reca é uma associação dos Pequenos Agrossilvicultores do Projeto de Reflorestamento Econômico Consorciado e Adensado (RECA) fundado em 1989, possui 250 famílias associadas e organizadas em 10 grupos de produtores.
Atmos Energy
A Atmos é uma plataforma com medidores inteligentes de energia e processamento em nuvem para reduzir o desperdício de energia em empresas.

Sobre a Aceleradora 100+

O programa Aceleradora 100+ surgiu em 2018, alinhado à iniciativa global da Ambev e aos seus compromissos de sustentabilidade para 2025. Desde então, foram mais de 60 startups aceleradas e R$15 milhões investidos em negócios parceiros.

Em 2021, a Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) e Quintessa se uniram a essa jornada e, agora, PepsiCo, Valgroup, Ball Corporation e Machado Meyer chegaram para integrar a quarta edição e ampliar a escalabilidade dos projetos apresentados.

Na trilha de assumir compromissos que gerem cada vez mais incentivo e resultados positivos recentemente, a Ambev anunciou que toda a alta liderança tem remuneração variável atrelada às metas de ESG. São consideradas todas as iniciativas ligadas à economia sustentável, geração de valor para micro e pequenos empreendedores, projetos de impacto social, diversidade e inclusão, além de governança.

Sobre a Ball Corporation

A Ball fornece soluções inovadoras e sustentáveis de embalagens de alumínio para clientes de bebidas, cuidados pessoais e produtos domésticos, bem como aeroespacial e outras tecnologias e serviços. A companhia e suas subsidiárias empregam 24.300 pessoas em todo o mundo e registraram vendas líquidas de US$ 13,8 bilhões em 2021.  Na América do Sul, a empresa conta com 15 fábricas, distribuídas entre Brasil, Chile, Argentina e Paraguai.

Para mais informações, acesse https://www.ball.com/ e siga o VADELATA – movimento em prol da lata de alumínio, a embalagem mais amiga do meio ambiente – no  Instagram e no Facebook.

Crédito:
Imprensa | Ball Corporation

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 2728 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal exclusivo sobre o Meio ambiente e Tecnologias ambientais, ESG e Sustentabilidade, Energias Renováveis (Solar Eólica, Biogás e muito mais), Cursos e Eventos!