E-MOBILIDADE

ABREN pretende desenvolver o uso do biometano e hidrogênio em mobilidade urbana no Brasil

Na cidade de São Paulo, os veículos representam 72,6% das emissões de gases de efeito estufa (GEE) na atmosfera, segundo estudo IEMA (2017), e o metano do lixo urbano e esterco animal representa 11% das emissões globais.

A utilização da energia elétrica na mobilidade urbana não pode ser a única solução, especialmente para veículos pesados, como caminhões, ônibus e trens, que podem utilizar biometano e hidrogênio, que são biocombustíveis que podem ser produzidos por meio da recuperação energética de resíduos. […]