Pesquisas permitem reciclar e aumentar performance na Ibema

Pesquisas permitem reciclar e aumentar performance na Ibema

Imagem: Divulgação Ibema | Novos lançamentos e otimização de produtos colocam bioeconomia em prática por meio da economia circular

O resultado dos investimentos em bioeconomia podem ser rentáveis e sustentáveis ao mesmo tempo – prova disso é o bom retorno da logística reversa realizada pela Ibema. Por meio de parcerias com quem sabe coletar e rastrear embalagens utilizadas na prática e de verdade, foi possível devolver ao processo industrial 11.700 toneladas de aparas em 2020 na fabricante de papelcartão.

“Por meio de muita pesquisa, testes e da sintonia com o mercado, nossos produtos que levam material reciclado hoje fecham o ciclo da bioeconomia, desde a floresta até o consumidor e de volta à indústria, com alta rentabilidade”, conta o gerente corporativo de P&D e Novos Negócios da Ibema, Augusto Arns.

Um exemplo é o Ibema Ritagli, que é o papelcartão reciclado com maior rigidez e performance do mercado, composto por 50% de material reutilizado, sendo 30% aparas pós-consumo, com sustentabilidade, performance e qualidade unidas.

Apesar de não ser possível precisar quantas vezes uma mesma fibra é capaz de retornar à produção, na forma de novas embalagens que depois voltam à indústria para serem recicladas, pesquisas mostram que esse número pode ultrapassar os 20 ciclos.

“Se o papel tem qualidade para impressão, para o transporte e traz boa apresentação na gôndola com a menor gramatura possível, gasta-se menos, temos uma impressão mais rápida, menos consumo de tinta. Simples e sustentável.”

Hoje a Ibema trabalha com dois tipos de fibra que não competem entre si, a virgem e a reciclada.

E uma precisa da outra para manter o ciclo da sustentabilidade. Em algumas aplicações, é preciso manter a fibra virgem, como para o contato com alimentos. Já onde é possível optar pelo tipo de papel, a empresa oferece muita escolha.

Outro caminho trilhado pela Ibema para aproveitar ao máximo as possibilidades da bioeconomia é a pesquisa em novas barreiras que substituam materiais fósseis. É o caso do novo papel Ibema, da família Royal Coppa, com barreira biodegradável, a ser lançado até o fim de 2021.

Sobre a Ibema

Gerar valor de maneira sustentável por meio da fabricação e distribuição de produtos que conquistem a preferência dos clientes, contribuindo com iniciativas que favoreçam toda a cadeia, com a dedicação e preocupação de garantir o melhor resultado para a empresa e seus clientes.

Esta é a missão da Ibema, fabricante de papel cartão, que permeia a sua atuação com base no conceito de foco do cliente.

A empresa, fundada em 1955, é hoje um dos players mais competitivos da América Latina. Sua estrutura é composta por sede administrativa localizada em Curitiba, centro de distribuição direta em Araucária com área útil de 12 mil m2 e fábricas instaladas nos municípios de Turvo, no Paraná, e em Embu das Artes, em São Paulo, que juntas possuem capacidade de produção anual de 160 mil toneladas.

Em seu portfólio, estão os melhores produtos, reconhecidos pela qualidade e performance na indústria gráfica. A empresa, que atualmente conta com aproximadamente 700 colaboradores, possui unidades certificadas pela ISO 9001, pela ISO 14001 e pelo FSC (Forest Stewardship Council). Para mais informações sobre produtos e serviços, acesse o nosso site, disponível também nos idiomas espanhol e inglês.

Site oficial: https://www.ibema.com.br/

Crédito:
Imprensa | Ibema

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 3167 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal exclusivo sobre ESG e Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos e Reciclagem, Saneamento, Energias Renováveis (Solar Eólica, Biogás e muito mais). Tudo sobre meio ambiente e tecnologias ambientais, cursos e eventos!