Air Products tem o maior projeto de hidrogênio verde do mundo: o Projeto NEOM

Air Products tem o maior projeto de hidrogênio verde do mundo: o Projeto NEOM
Air Products tem o maior projeto de hidrogênio verde do mundo: o Projeto NEOM

Imagem: Divulgação Air Products

O mundo vive um momento de alinhamento de estratégias rumo a um objetivo comum: a descarbonização. A neutralidade do carbono é pauta do dia, uma vez constatado o papel do dióxido de carbono (CO2) no aquecimento global.

A missão, portanto, é reduzir a emissão d CO2 na atmosfera o quanto antes e isso passa pela mudança de matriz energética nos setores de energia, indústria e mobilidade.

A transição já vem ocorrendo. Muitas indústrias têm se comprometido com novos processos para operar de forma limpa e sustentável. O mesmo ocorre no setor de transportes. Carros elétricos ou movidos a hidrogênio verde não são mais uma projeção para um futuro distante. Diversos países já apresentam opções de veículos adaptados a essas matrizes alternativas e o avanço destas tecnologias devem torná-los cada vez mais acessíveis ao grande público.

O hidrogênio já vem sendo utilizado também em grande escala em indústrias para algumas aplicações e também como fonte energética. O que muitas pessoas ainda não sabem, é que dependendo do processo de produção, o hidrogênio tem suas categorias, divididas em 3 cores: cinza, azul e verde. Ainda, o mais utilizado pelas indústrias, é o cinza, produzido a partir de gás natural, com liberação de dióxido de carbono, o que contribui para o aquecimento global.

O azul, demanda o consumo de combustíveis fósseis, com captura e armazenamento de carbono visando ter uma menor pegada de carbono. Ele gradualmente vem sendo substituído pelo hidrogênio verde, produzido a partir de energia limpa como por exemplo solar, hidroelétrica, eólica ou uma combinação destas todas, ou seja, com zero impacto ambiental.

Hoje a fabricação do hidrogênio verde demanda mais investimentos que a do azul, mas estudos recentes apontam que este custo está em queda e que o verde se tornará a opção mais econômica até 2030*.

E o Brasil desempenha um papel-chave nessa iniciativa mundial de descarbonizar o planeta, nas próximas décadas. Isso porque o país é abundante em recursos limpos para geração de energia necessária para produção do hidrogênio verde, como vento e sol para energia eólica e solar, respectivamente, além de hidrelétricas – nossa matriz energética é 83,7% renovável.

Comprometida com a descarbonização, a Air Products está com uma iniciativa adiantada para produção de hidrogênio verde em escala global. Trata-se da parceria entre Air Products, thyssenkrupp, ACWA Power e NEOM, para instalação de uma fábrica de amônia baseada em hidrogênio verde, movida a energia renovável na Arábia Saudita. Considerado o maior projeto de hidrogênio verde do mundo, essa parceria fornecerá 650 toneladas de hidrogênio sem carbono por dia, reduzindo as emissões de CO2 em três milhões toneladas por ano.

Previsto para entrar em operação em 2025, o Projeto NEOM terá a Air Products como compradora exclusiva da amônia verde, que será destinado à produção de hidrogênio verde em diversos mercados internacionais, buscando atender prioritariamente o setor de transporte.

“A parceria da Air Products com a thyssenkrupp, ACWA Power e a NEOM é motivo de orgulho. Aproveitando o perfil único do sol e do vento do NEOM para converter água em hidrogênio, este projeto renderá uma fonte de energia totalmente limpa em grande escala que eliminará emissões de carbono equivalentes a mais de 700.000 carros por ano. Queremos expandir pelo mundo a ideia do hidrogênio verde como um combustível produzido a partir de energia limpa, que não traga consequências para o meio ambiente, e disponível para todos os países”, explica Marcus Marinho, Gerente Geral da Air Products Brasil e Argentina.

Recentemente, a Air Products também assinou um memorando de entendimento (MOU) com a Cummins Inc. para um projeto de aceleração de integração de caminhões com células de combustível de hidrogênio nas Américas, Europa e Ásia. A Cummins fornecerá motores elétricos de combustível de hidrogênio integrados em caminhões pesados de parceiros selecionados para a Air Products, que inicia processo de conversão de sua frota global de veículos.

* https://www.airproducts.com/news-center/2020/07/0707-air-products-agreement-for-green-ammonia-production-facility-for-export-to-hydrogen-market

*https://www.bloomberg.com.br/blog/hidrogenio-verde-deve-superar-o-azul-ate-2030/

Site oficial: http://www.airproducts.com.br/

Crédito:
Imprensa | Air Products

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 1401 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal que promove o meio ambiente, através da promoção de tecnologias ambientais e inovações, produtos e serviços de sustentabilidade, nacionais e internacionais.