Olga Ri investe em embalagens sustentáveis para reduzir impacto ambiental

Conheça o Bowl Biodegradávelda Olga Ri
Conheça o Bowl Biodegradávelda Olga Ri

Imagem: Divulgação | Startup de alimentos conhecida pela inovação no mercado de saladas e bowls aposta em itens biodegradáveis, mais conectados com o propósito da marca; expectativa é promover mudança no setor de foodservice incentivando medidas ecológicas e acessíveis

Novembro de 2022 – O que já era saudável e gostoso agora se tornou ainda mais conectada com o meio ambiente. É que a Olga Rifoodtech de saladas, bowls e sopas que abrange a capital paulista — passa a entregar as delícias do seu cardápio em embalagens biodegradáveis. Desde outubro, os (atuais e futuros) clientes da marca contam com opções ainda mais conscientes e conectadas com o meio ambiente.

Os materiais utilizados na fabricação das novas embalagens da Olga Ri são bagaço de cana de açúcar e politereftalato com o aditivo Bio Go Green P-life.

Esse item biodegradável é o responsável pela decomposição do plástico em um tempo infinitamente menor quando comparado ao material comum. Vale ressaltar que a tampa, por ser de plástico, deve ser descartada como reciclável. Já o recipiente, pode ser biodegradável, deve ser jogada no lixo orgânico com a sobra de alimento, caso tenha.

Para se ter uma ideia, pesquisas apontam que uma embalagem plástica pode demorar mais de 400 anos para se decompor no meio ambiente. Além disso, dados da Organização das Nações Unidas (ONU) apontam que a humanidade produz mais de 2 bilhões de toneladas de lixo por ano. Mais de 78 milhões de toneladas de resíduos sólidos têm origem só no Brasil. Desse total, cerca de 14% são de plástico, o que torna o país o quarto maior produtor de lixo plástico no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos, a China e a Índia.

Por isso, a mudança nas embalagens da Olga Ri reforça o compromisso da startup com inovação e escolhas sustentáveis.

“Queremos viabilizar um ecossistema que contribua tanto para a satisfação dos nossos clientes quanto para a preservação do meio ambiente. A embalagem plástica ia contra nossos propósitos, apesar da compensação ambiental que fazíamos reciclando 200% do lixo produzido. Mas, enquanto não encontrávamos outra opção economicamente viável, resistente e que não alterasse de forma muito significativa a experiência dos consumidores, tivemos que manter esse primeiro tipo de embalagem. Agora, com uma nova opção, decidimos aderir a ela, apesar dos sacrifícios presentes”, explica Bruno Sindicic, CEO e co-fundador da Olga Ri.

A decisão da empresa exigiu readequações em outras frentes. “Nossos custos com embalagens triplicaram e precisamos reorganizar nossos gastos, diminuindo a quantidade de adesivos, optando por outra embalagem de molho e não disponibilizando mais os complementos individualmente. Porém, essa escolha era importante para a empresa e, graças à estrutura mais sólida que alcançamos, pudemos seguir com a ideia e vivenciar nosso lema Verdes na Atitude em um novo nível na Olga Ri”, complementa Sindicic.

Com a iniciativa, a Olga Ri quer provocar uma mudança no setor de foodservice, incentivando tanto outras empresas a adotarem medidas mais sustentáveis em suas produções quanto as indústrias a se adaptarem a tal demanda, tornando o custo desses produtos mais acessíveis.

“Dessa forma, ambas as expectativas se autoalimentam, gerando um efeito cascata, e é isso que queremos alcançar com o nosso projeto”, reforça o CEO da Olga Ri.

A marca já conseguiu trazer meio container com embalagens biodegradáveis, que serão utilizadas ao longo de seis meses.

O que define uma embalagem biodegradável?

As embalagens biodegradáveis, segundo a norma 15448-2 da ABNT, são aquelas que, por meio da atividade de microrganismos aeróbios (bactérias, fungos), desintegram-se em pedaços de dois milímetros em um prazo máximo de 90 dias. Para isso, são levados em consideração níveis de toxicidade e de emissão de CO2.

Não à toa, a foodtech reitera sua diferenciação no mercado e se mantém cada vez mais alinhada às expectativas de seu público.

Sobre a Olga Ri

A Olga Ri é uma startup de alimentos que tem como missão colorir o mundo a partir da comida saudável. É para isso que, todos os dias, um time de quase 200 pessoas recebe, seleciona e prepara ingredientes deliciosamente frescos, saborosos e éticos para entregar a melhor salada da cidade a mais de 30 mil clientes. A empresa tem um compromisso com a diversidade e hoje mais de 85% do corpo de funcionários e das lideranças da empresa fazem parte de grupos historicamente sub-representados, incluindo mulheres, pessoas negras e LGBTQIA+.

Para saber mais, acesse: https://www.olgari.com.br/

Crédito:
Imprensa | Olga Ri

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 3144 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal exclusivo sobre ESG e Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos e Reciclagem, Saneamento, Energias Renováveis (Solar Eólica, Biogás e muito mais). Tudo sobre meio ambiente e tecnologias ambientais, cursos e eventos!