Adecoagro e Galileo Technologies iniciam, em setembro, etapa de projeto inovador que abastece veículos com biometano

Adecoagro e Galileo Technologies iniciam, em setembro, etapa de projeto inovador que abastece veículos com biometano

Imagem: Divulgação Adecoagro | Local de produção do Biogás na Usina Ivinhema que será utilizado para produzir, a partir de setembro, o Biometano.|Companhia com forte atuação no setor sucroenergético coloca em prática, em parceria com empresa do segmento de energia com atuação em 70 países, segunda fase de projeto que substituirá, no futuro, o uso de combustível fóssil

A partir de setembro, a Adecoagro, uma das principais empresas de alimentos e produção de energia renovável da América do Sul, coloca em prática uma importante etapa do projeto que substituirá, no futuro, o uso de combustível fóssil em suas atividades no setor sucroenergético brasileiro. Neste mês, 13 veículos da frota própria, sendo sete leves, três utilitários e três caminhões, passam a rodar com biometano (BioGNV), produzido a partir do biogás extraído da vinhaça, subproduto na fabricação do etanol. A novidade é fruto de uma parceria com a Galileo Technologies, empresa com atuação em 70 países, focada em soluções para oferecer energia eficiente.

Por enquanto, a Adecoagro utilizará apenas 5% de sua vinhaça concentrada para produzir 200.000Nm3/mês (biometano), o equivalente 170.000 litros de diesel. No futuro, a partir do uso crescente da vinhaça até sua totalidade para a produção de combustível gasoso renovável, a estimativa é substituir 50 milhões de litros de diesel por ano, que hoje abastecem a frota de transporte de cana.

Além de ampliar a sustentabilidade de todo o processo, a operação irá aumentar a nota da companhia no Renovabio, já que o uso intensivo de diesel representa o item de maior impacto na avaliação, o que permitirá uma receita adicional na emissão de CBios.

Os investimentos da Adecoagro em pesquisa no potencial da vinhaça da cana para produção de biogás, em parceria com a empresa Methanum, já duram mais de uma década e contaram com a construção de um biodigestor na unidade Ivinhema (MS), em 2018. Neste período, um importante avanço foi alcançado no desenvolvimento de vinhaça concentrada como adubo organomineral, que hoje supre de forma customizada todas as necessidades de potássio dos 180 mil hectares de canaviais próprios da companhia.

Na primeira etapa do projeto, iniciada em 2019, a produção de biogás através da vinhaça concentrada foi destinada para um aquecedor que troca calor com a água da turbina de condensação, gerando menor consumo de vapor e uma exportação de energia adicional de 6 mil MWh/ano. No início de 2021, foi firmado um acordo a GEF Biogás Brasil – liderado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), com foco em iniciativas de interesse da área agroindustrial relacionadas à produção de biogás.

Microbox-Bio desenvolvido pela Galileo Technologies, um pacote de compressão de biometano com planta integrada de acondicionamento de biogás e será instalado na Adecoagro neste mês de setembro.
Crédito: Divulgação

A partir deste segundo semestre, a Adecoagro e a Galileo Technologies passam a avaliar também uma nova etapa da aliança: a construção, também em Ivinhema, de uma planta de hidrogênio verde para viabilizar a produção e expedição através da Estação de Carga de H-Patagônia, um passo importante para abastecer veículos no Brasil com energia verde de maneira 100% renovável e viável economicamente. Desta maneira, as células de hidrogênio poderão ser uma realidade, reformadas tanto nos tanques dos veículos elétricos abastecidos com etanol quanto nas estações H-Patagônia, minimizando os investimentos adicionais em distribuição do combustível. E em um processo 100% limpo e renovável, considerando o ciclo de vida do combustível – do poço à roda, ou seja, que leva em conta o CO2 emitido na sua produção, distribuição, uso no veículo e o que sai pelo escapamento, maneira mais justa de medir a real pegada de carbono.

“Estamos confiantes com os resultados que alcançaremos com todo o projeto em razão da dimensão da economia circular. Geraremos energia proveniente de fontes sólida (bagaço), líquida (etanol) e gasosa (biometano), além de colhermos todos os benefícios do fertilizante mineral. As vantagens são muitas: processo 100% renovável, autossuficiência, segurança energética, redução de emissões e aumento da nota no Renovabio. Representa uma nova transformação do setor sucroenergético colaborando com a transição mundial para um futuro de baixo carbono”, analisa Renato Junqueira Santos Pereira, Vice-Presidente de Açúcar, Etanol e Energia da Adecoagro.

Sobre a Adecoagro

Com sede em Luxemburgo e acionistas em todo o mundo, a Adecoagro (NYSE: AGRO) é um dos principais produtores de alimentos e energia renovável da América do Sul, presente em três países. No Brasil desde 2004, a Companhia atua na produção de açúcar, etanol e cogeração de energia elétrica com três unidades industriais: Usina Monte Alegre (MG) e o cluster formado pelas usinas Angélica e Ivinhema, ambas no Mato Grosso do Sul. Juntas, elas possuem capacidade de moagem de 13,7 milhões de toneladas de cana por safra.

Reunindo cerca de 6.500 colaboradores no Brasil (outubro de 2020), a Adecoagro caracteriza-se por um modelo de baixo custo de produção, alta flexibilidade e processos inovadores, sendo reconhecida como uma das mais competitivas do segmento sucroenergético mundial.

Site oficial: https://www.adecoagro.com/pt

Sobre a Galileo Technologies

Desde 1987, a Galileo Technologies é uma referência mundial em tecnologias modulares de produção e transporte de GNC, GNL, BioGNC, BioGNL e hidrogênio. Seu portfólio de produtos inclui a gama mais ampla de pacotes compressores, plantas de acondicionamento de gás e estações de liquefação, bem como do sistema Gasoduto Virtual® para o transporte de gás por rodoviária para comunidades e indústrias afastadas e sem conexão à rede.

Com sede em Buenos Aires e Nova Jersey e centros globais de serviços e capacitação em Los Angeles e Midland, a Galileo Technologies oferece assistência permanente para 70 países da América Latina, América do Norte, Europa, Ásia e África.

Site oficial: https://www.galileoar.com/pt/

Crédito:
Imprensa | Adecoagro

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL



Sobre Ambiental Mercantil Notícias 1497 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal que promove o meio ambiente, através da promoção de tecnologias ambientais e inovações, produtos e serviços de sustentabilidade, nacionais e internacionais.