Busca por adaptações para veículos elétricos em condomínios antigos cresce 200%

Busca por adaptações para veículos elétricos em condomínios antigos cresce 200%

Imagem: EO Charging | Expectativa é que o número de projetos em prédios com mais de cinco anos supere o de novos empreendimentos até o final de 2024

Dezembro de 2022 – Um problema tem se tornado recorrente em prédios antigos com o crescimento da frota de veículos elétricos: a ausência de estrutura para as estações de recarga. Com 7% das vendas do mercado automotivo em 2021 e com o potencial das vendas representarem dois dígitos em 2022, o mercado de veículos elétricos tem motivado condomínios e prédios com mais de cinco anos de construção a buscarem uma solução. Prova disso é o crescimento de 200% em projetos com essas características, segundo dados da Rinno Energy, empresa especializada em consultoria e projetos para o setor de mobilidade eletrificada.

Para o CEO da Rinno Energy, Fabrizio Romanzini, a realidade chegou às garagens dos empreendimentos mais antigos e devem impulsionar o crescimento do setor no curto e médio prazo. “Há algum tempo temos percebido o crescimento de administradores, gestores, moradores e síndicos por informações sobre a adaptação de empreendimentos mais antigos. Em 2012, por exemplo, nem imaginamos que estaríamos vivendo esse boom no Brasil. Parece pouco tempo, mas as medidas dos principais mercados automotivos como a Europa e Ásia aceleraram tudo”, explica.

Romanzini cita os dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE) que apontam um crescimento de 77% nas vendas de veículos elétricos entre 2020 e 2021. “O reflexo desse crescimento é que os compradores estão se dando conta da falta de estrutura dos condomínios. Não basta comprar o carro e colocar em qualquer tomada para recarregar. É preciso entender a capacidade e demanda do prédio para, então, adaptar a estrutura existente para que atenda não apenas a demanda atual, mas também uma futura.”

Crédito: EO Charging

Cada empreendimento tem a sua demanda e capacidade. “Podemos comparar os projetos para as estações de recarga com as áreas comuns de um condomínio. O tamanho do terreno e suas características determinaram as áreas de uso comum e a capacidade de uso. Estações de recarga privadas ou compartilhadas e a quantidade dependem das características do prédio. Hoje temos carregadores mais seguros e econômicos com um baixo custo de manutenção e fácil uso. Isso tudo facilita a adaptação dos condomínios mais antigos”, cita.

São Paulo tem o maior projeto de adaptação já realizado no Brasil

Um empreendimento na cidade de São Paulo, localizado na rua Fabia, tornou- se recentemente o maior projeto de adaptação de um condomínio com mais de dez anos. Com 12 anos desde a sua entrega e 120 apartamentos, os condôminos do empreendimento optaram por uma solução que atenda individualmente cada unidade.

O projeto desenvolvido pela Rinno Energy foi pensado em etapas e, atualmente, já conta com carregadores em funcionamento. “Por ser a maior obra desse tipo já realizada no Brasil, optamos pela entrega em etapas. Depois de realizar a análise técnica, desenvolver o projeto e aprovar com os moradores, conseguimos iniciar as primeiras instalações. Ou seja, quem quiser e precisar já pode usufruir de uma estação de recarga para veículos elétricos de forma individualizada.

Romanzini comenta que, ao contrário da ideia de custar caro, o projeto foi possível sem a necessidade de investimentos proibitivos e focou na melhor solução custo-benefício para os moradores.

“Trabalhamos em cima de uma ideia de projeto escalável para atender primeiro quem já tinha a necessidade para depois, progressivamente, disponibilizar uma estação para cada um dos 120 apartamentos. O principal desafio nestes projetos costuma ser conciliar a demanda dos condôminos com a velocidade possível para aquele projeto.”

O CEO da Rinno Energy finaliza citando uma previsão da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Elétricos (Anfavea). “A expectativa é que a frota nacional de veículos elétricos represente 62% de todos os veículos em circulação no país até 2035. Acredito que tenhamos outros projetos ainda maiores em 2023″, completa.

Site oficial: https://www.rinnoenergy.com.br/

Crédito:
Imprensa | Rinno Energy

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 3422 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal exclusivo sobre ESG e Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos e Reciclagem, Saneamento, Energias Renováveis (Solar Eólica, Biogás e muito mais). Tudo sobre meio ambiente e tecnologias ambientais, cursos e eventos!