Inovação em embalagens é trunfo das marcas do futuro

Inovação em embalagens é trunfo das marcas do futuro

Imagem: Divulgação | Por Indaiá Pasotti Sanchez, especialista em engenharia de embalagens pelo Instituto Mauá de Tecnologia e especialista de produtos R&D da Ibema para OPINIÃO DE ESPECIALISTA AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS

Julho de 2022 – Quem está no ramo de embalagens precisa projetar o futuro para oferecer alternativas de inovação que se revertam em satisfação do consumidor final. E isso vale tanto para os setores de food service quanto cosméticos, higiene e varejo em geral, num movimento que, de acordo com a Associação Brasileira de Embalagens (ABRE) pode alavancar o setor em 1,6% até 2024. Enquanto isso, os donos de marcas investem milhões na circularidade de embalagens, algo que é exigido pelo consumidor final e pela própria legislação.

Para chegar lá, quanto mais o fabricante da matéria-prima e o projetista de embalagens conhecerem as necessidades do end user, melhor. Esse contato próximo será a base para que o time de P&D possa trazer avanços e melhorias reais à experiência do usuário.

Isso porque, antes de um lançamento chegar ao público, são necessários anos de pesquisa e preparo, afinados aos anseios e vontades desse consumidor que hoje é muito mais exigente, principalmente depois da pandemia. Eles incluem maior sustentabilidade, praticidade e economia de recursos.

Foi no período de isolamento que entendemos a quantidade de lixo que realmente geramos e passamos a questionar o destino desse resíduo. Como consumidora, quero saber o que vai ser feito com a embalagem de shampoo que eu uso, de creme dental e outros itens de difícil reciclagem.

E a pergunta aos profissionais de pesquisa e inovação é:

Será que não podemos ter embalagens mais simples que entrem para a cadeia de reuso mais facilmente?

Se pensamos numa alternativa biodegradável como o papel, ele pode ser desenvolvido em gramaturas adequadas para embalar qualquer coisa – com a aplicação da devida barreira, é claro!

Para embalar alimentos, sabemos que a umidade e gordura representam desafios de proteção, por isso, a indústria investe pesado para resolver o problema com barreira biodegradáveis, ou seja, que eliminem o tradicional plástico. Aqui entra também a tecnologia de repolpagem, que envolve pesquisas avançadas que têm se mostrado uma alternativa viável para a embalagem do futuro.

No ramo de cosméticos, existem ainda exigências de legislação para evitar contaminações aos produtos envasados, visto que se trata de produtos utilizados diretamente sobre a pele.

Com isso, as restrições se tornam mais rigorosas.

Para as empresas do ramo de embalagens, a ideia de base é estar sempre à frente com inovação, de forma a trazer insights para os donos de marca. O mercado está tão atento a isso que tem premiado cases de embalagem com foco em sustentabilidade, como o Prêmio Nacional de Inovação e Prêmio ABRE, entre outros.

Com criatividade, inovação e dedicação de todos os players, da indústria ao consumidor, podemos sim imaginar um mundo sem lixo e mais sustentável.

Sobre a Autora

Indaiá Pasotti Sanchez é especialista em engenharia de embalagens pelo Instituto Mauá de Tecnologia e especialista de produtos R&D da Ibema.

Sobre a Ibema

Gerar valor de maneira sustentável por meio da fabricação e distribuição de produtos que conquistem a preferência dos clientes, contribuindo com iniciativas que favoreçam toda a cadeia, com a dedicação e preocupação de garantir o melhor resultado para a empresa e seus clientes.

Esta é a missão da Ibema, fabricante de papelcartão, que permeia a sua atuação com base no conceito de foco do cliente.

A empresa, fundada em 1955, é hoje um dos players mais competitivos da América Latina. Sua estrutura é composta por sede administrativa localizada em Curitiba, centro de distribuição direta em Araucária com área útil de 12 mil m2 e fábricas instaladas nos municípios de Turvo, no Paraná, e em Embu das Artes, em São Paulo, que juntas possuem capacidade de produção anual de 150 mil toneladas. Em seu portfólio, estão os melhores produtos, reconhecidos pela qualidade e performance na indústria gráfica.

A empresa, que atualmente conta com aproximadamente 700 colaboradores, possui unidades certificadas pela ISO 9001, pela ISO 14001 e pelo FSC (Forest Stewardship Council). Para mais informações sobre produtos e serviços, acesse o site, disponível também nos idiomas espanhol e inglês.

Site oficial: https://www.ibema.com.br

Informamos que os conteúdos publicados para seção Opinião de Especialistas AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS são independentes e de responsabilidade dos autores, não refletindo, necessariamente, na opinião do editorial do nosso canal.

Crédito:
Imprensa | Ibema

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 2910 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal exclusivo sobre o Meio ambiente e Tecnologias ambientais, ESG e Sustentabilidade, Energias Renováveis (Solar Eólica, Biogás e muito mais), Cursos e Eventos!