Enel Brasil usa drone com tecnologia pioneira no país para inspeções de redes e usinas

Foto: Site enel.com | Divulgação

• Inteligência artificial embarcada em drone é utilizada para avaliar necessidade de manutenção em redes de transmissão e distribuição e em usinas de geração renovável; • Tecnologia foi desenvolvida pela Horus, uma das empresas selecionadas pelo programa de incentivo a startups da Enel no Brasil

Niterói, 19 de janeiro de 2020 – Uma tecnologia pioneira no País está sendo testada pela Enel Brasil para a inspeção de redes de transmissão e distribuição e usinas solares e eólica. Por meio de drones com software de inteligência artificial embarcado e processado no próprio equipamento (Edge Computing), será possível analisar em tempo real as imagens coletadas pela primeira vez no Brasil.

A inovação contribui para tornar mais ágil e eficiente a manutenção preventiva de ativos de distribuição e geração, contribuindo para reduzir as interrupções no fornecimento de energia e aumentar o nível de disponibilidade das usinas para o sistema elétrico.

A tecnologia foi desenvolvida pela Horus, uma das empresas participantes do Energy Start, programa de incentivo a startups da Enel no Brasil, e é financiado com recursos do Programa de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A empresa recebeu um aporte total de R$ 2 milhões da Enel para o desenvolvimento do “novo drone” com foco nas operações de geração e distribuição do grupo no Brasil.

O drone está sendo utilizado, em fase de testes, para avaliar as redes de média e alta tensão das distribuidoras da Enel Brasil nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Ceará. Ao todo, o equipamento será usado para inspecionar 1 mil quilômetros de rede até o final do projeto. Além disso, a tecnologia será usada também para inspeção dos painéis fotovoltaicos e pás dos aerogeradores das usinas da Enel Green Power, braço de geração renovável do grupo Enel.

“Por meio de inteligência artificial, o drone consegue processar automaticamente e em tempo real as imagens captadas, identificando a falha e já priorizando o trabalho para as equipes de manutenção. Além de ser pioneira no país, a tecnologia também está sendo utilizada pela primeira vez pela Enel globalmente na sua área de Infraestrutura & Rede, o que mostra o papel de vanguarda do Brasil no desenvolvimento de inovações aplicáveis em diversos outros países e contextos”, afirma o diretor de Tecnologia de Rede da Enel Brasil, Bruno Cecchetti.

As informações captadas pelo drone e que indicam necessidade de algum tipo de reparo são automaticamente classificadas para execução das atividades de manutenção das operações do Grupo. Dessa forma, as equipes de campo são direcionadas de forma rápida e precisa aos pontos selecionados. A Enel já emprega o uso de drones para inspeções de campo, mas a tecnologia atual não conta com sistema de inteligência artificial embarcado e o processo de análise de imagens ainda é manual, a partir da análise do material por técnicos do grupo.

Os drones em teste também conta com uma câmera de inspeção termográfica. Esse recurso, utilizado neste momento apenas nas usinas solares, possibilita a rápida identificação de placas fotovoltaicas com temperaturas fora do padrão, facilitando a sua manutenção.

Para permitir que o sistema de inteligência artificial do drone possa identificar problemas nas redes elétricas e nas usinas de geração, especialistas da Enel e da Horus trabalharam em uma etapa de coleta de imagens dos mais diversos tipos de ativos de energia e as anomalias encontradas. Essas informações foram adicionadas para treinamento do software de inteligência artificial, permitindo que a ferramenta pudesse ser capaz de avaliar as fotos capturadas nas inspeções e descobrisse a falha mais provável.

A aposta da área de Novas Tecnologias da diretoria de Infraestrutura e Redes da Enel Brasil é de que a solução, além de agilizar as ações de manutenção preventiva, resulte em redução dos custos das inspeções e atividades de backoffice, além de diminuir o tempo de execução das inspeções e o risco de acidentes na operação das redes elétricas das distribuidoras e das usinas da EGP.

“A inovação é presente nas soluções e tecnologias desenvolvidas pela Horus desde o início da companhia. Ter a oportunidade de desenvolver esse projeto pioneiro no Brasil, em parceria com a ENEL, demonstra a capacidade em superar os desafios encontrados e aumentar eficiência nos processos com tecnologia própria, inteligência artificial e drones”, afirma, COO da Horus, Lucas Bastos.

Histórico da parceria

Sediada em Florianópolis, a Horus foi uma das selecionadas pela Enel no Energy Start 2018, concorrendo contra cerca de 2 mil startups brasileiras. Durante o processo de seleção, após interações com as áreas de negócio da companhia no Brasil, foi identificado que a solução da empresa teria potencial para contribuir na resolução de desafios enfrentados pela EGP e pelas distribuidoras do grupo. A ação resultou em um aporte inicial de R$ 500 mil no projeto.

Em julho de 2018, a empresa foi selecionada como uma das startups vencedoras do Energy Start, ganhando contrato de investimento no valor total de R$ 2 milhões, incluindo o valor inicial de R$ 500 mil, e uma imersão no Vale do Silício, realizada em setembro de 2018. Sob o acompanhamento da área de inovação global da Enel, a Horus recebeu mentorias com as principais empresas de tecnologia e startups do ecossistema de inovação de São Francisco, aprendendo sobre a elaboração de pitches e planos de negócio para tornar a solução e a empresa escaláveis.

Como fruto da parceria para o desenvolvimento tecnológico da solução, a Enel detém parte da propriedade intelectual da tecnologia desenvolvida e tem direito a uma parte da receita líquida de royalties sob a venda do produto e/ou serviço para outras empresas.

Sobre a Enel Brasil

A Enel atua no Brasil com geração, distribuição e transmissão de energia por meio da Enel Brasil e suas subsidiárias. Em distribuição, o Grupo atende mais de 17 milhões de clientes por meio de suas subsidiárias brasileiras em São Paulo, Ceará, Rio e Goiás. No setor de geração, o Grupo Enel é o maior produtor de energia solar e eólica do país em capacidade instalada e portfólio de projetos com uma capacidade instalada total de cerca de 2,9 GW, dos quais 782 MW são de fonte eólica, 845 MW de solar e 1.269 MW de hidro. No país, o Grupo também possui e opera duas linhas de transmissão com uma capacidade total de 2.200 MW conectando o país à Argentina. A estratégia de atuação da Enel é baseada no seu Plano de Sustentabilidade e nos compromissos assumidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU. Globalmente, a Enel está presente em mais de 30 países, com cerca de 74 milhões de clientes finais corporativos e residenciais em distribuição de energia.

Sites:
ENEL BRASIL https://www.enel.com.br/pt.html
HORUS AERONAVES https://horusaeronaves.com/

Crédito:
Imprensa | ENEL Brasil

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS

SERÁ ENVIADO UM E-MAIL DE ATIVAÇÃO. ATENÇÃO: PODE SER QUE A ATIVAÇÃO VÁ PARA A CAIXA DE SPAM.

Sobre Ambiental Mercantil Notícias 899 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal que promove o meio ambiente, através da promoção de tecnologias ambientais e inovações, produtos e serviços de sustentabilidade, nacionais e internacionais.