Projeto Borracha Nativa – Mercur alia responsabilidade ambiental e conhecimentos tradicionais da Amazônia

softelec

Imagem: Lilo Clareto – ISA | Empresa Bossapack lança Ipá Tiá, nova linha de bolsas, carteiras e mochilas impermeáveis com tecnologia desenvolvida em tecido encauchado por meio do projeto Borracha Nativa Mercur.

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Desde 2010, a Mercur se relaciona de forma sustentável com as populações tradicionais e originárias da Terra do Meio (Altamira, PA), por meio do projeto Borracha Nativa, que visa a (re)construção da cadeia sustentável da borracha e a promoção de condições sustentáveis de produção florestal. 

Com o povo indígena Xipaya desenvolveu, a partir dos conhecimentos ancestrais do tecido encauchado, o material necessário para a nova linha de bolsas, carteiras e mochilas impermeáveis da Bossapack, chamada Ipá Tiá (leite da árvore, ou látex), lançada no último dia 01 de outubro, no Rio de Janeiro.

As bolsas e mochilas são feitas com tecido 100% algodão, impermeabilizado por meio do encauchado, popularmente chamado os tecidos impregnados de látex natural.

A parceria com a Bossapack

A Bossapack, situada no Rio de Janeiro, é uma empresa de mochilas urbanas com foco na mobilidade e desenvolveu seus produtos a fim de representar a cultura brasileira, incentivar a produção local como forma de geração de trabalho e renda nas comunidades, trabalhar colaborativamente com artistas, designers e artesãos e ser sustentável.

Crédito: Bossapack

A parceria com a Mercur se deu a partir dos tecidos encauchados testados e coproduzidos nas comunidades de povos tradicionais e originários. Para a confecção das bolsas, carteiras e mochilas a Bossapack fornece o tecido de algodão cru e recebe das comunidades o mesmo tecido impermeabilizado (encauchado) colorido com os pigmentos naturais.  As cores coral e amarela são do Urucum com tratamentos diferentes. O Jenipapo gerou três cores: areia, azulado e o preto. Todo o trabalho é realizado artesanalmente, respeitando o tempo de produção e do meio ambiente.

Cláudio Martins, da Bossapack, destaca a cocriação, a sinergia amparada no respeito com as culturas e as diferentes perspectivas como a chave para as relações de parceria e colaboração.

“Fomos chamados para uma grande aventura com a geração desse produto. Cocriado entre o conhecimento ancestral dos povos tradicionais e originários, a Mercur com seu olhar metodológico e uma empresa de design de moda que desenvolveram esse produto urbano, com uma identidade brasileira e sustentável” afirma Cláudio.

Conheça o tecido impermeável encauchado cocriado e produzido nas comunidades indígenas, ribeirinhas e seringueiras 

O tecido encauchado com sua flexibilidade e impermeabilidade chamou atenção dos envolvidos no projeto Borracha Nativa. A Mercur buscou junto às comunidades locais aprender como se dava a produção do encauchado tradicional para, então, desenvolver em seus laboratórios diferentes formulações, inspiradas em outros produtos que usam o látex, até chegar em um produto com maior resistência e durabilidade. As pesquisas se deram, também, na aplicação do látex para utilizar elementos disponíveis nas comunidades, a fim de evitar que os extrativistas tivessem que investir na aquisição de máquinas e equipamentos. 

Crédito: Bossapack

A empresa, ao encontrar a formulação ideal para ser aplicada na produção dos tecidos emborrachados e diminuir os riscos de degradação do material durante o uso, voltou às comunidades para oferecer uma oficina de tecidos encauchados. Reuniu mais de trinta extrativistas e indígenas de diversas regiões da Terra do Meio.

Conforme relata Mateus Szarblewski, Químico da Mercur, “Foi um momento incrível, de trocas e de desenvolvimento final da tecnologia dos encauchados, pois tínhamos uma formulação testada em laboratório, mas ainda faltava validá-la à campo. Neste momento toda a aldeia se mobilizou, produzindo os materiais necessários para a oficina, como forno solar e suportes para fixação do tecido. Instigados pelo potencial do material, testaram diferentes aplicações em tecidos com grafite indígena e cores utilizando pigmentos da floresta como urucum, jenipapo e anileiro. A oficina de encauchados funcionou como um laboratório de cocriação no meio da floresta, na qual todos tiveram a oportunidade de experimentar e ajudar no desenvolvimento do tecido encauchado.”

O potencial dessa matéria-prima chamou a atenção de parceiros, como Cláudio Martins, empresário da Bossapack.

Sites oficiais:
https://mercur.com.br/  
https://bossapack.com.br/

Crédito:
Imprensa | Mercur | Bossapack

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
About Ambiental Mercantil Notícias 5351 Articles
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!