Edital de integração de bacias: empresas interessadas têm até 13/12 para se inscrever

softelec

Imagem: Divulgação | Será selecionada consultoria para a realização dos estudos que identificarão as infraestruturas necessárias à segurança hídrica nas bacias hidrográficas do Maranhão e Piauí e demais estado do Nordeste. Investimento federal é de R$ 9 milhões

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Brasília (DF) – O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), está com inscrições abertas para o edital de seleção de consultoria para a realização de estudos com o objetivo de identificar as infraestruturas hídricas necessárias para a garantia do desenvolvimento sustentável nas bacias hidrográficas do Maranhão, do Piauí e dos demais estados do Nordeste.

Interessados em participar da seleção podem apresentar proposta até as 10h do dia 13 de dezembro. Clique neste link para ter acesso ao edital.

Com investimentos federais de R$ 9 milhões, a ação tem o objetivo de realizar a avaliação estratégica integrada e planejar intervenções hídricas necessárias para o desenvolvimento sustentável nas bacias dos rios São Francisco, Parnaíba, Araguaia-Tocantins, Munim, Itapecuru, Mearim e na área do Projeto de Integração do Rio São Francisco. Serão avaliadas as necessidades e as oportunidades de integração das bacias, visando garantir o acesso à água para as gerações futuras, possibilitando que a água doce da região seja redistribuída de forma mais planejada.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, destaca o impacto positivo que a integração dessas bacias terá para as populações que vivem na região.

“O desvio dos cursos d’água, a transposição de bacias, a outorga de forma inteligente são instrumentos utilizados há milênios na humanidade para mudar a realidade de determinadas regiões do mundo”, afirma Marinho. “A água é mais importante que o petróleo, que o minério. A água doce de qualidade é o bem mais importante da humanidade. As bacias hidrográficas, interligadas e integradas, vão dar segurança hídrica àquela parte do Norte que permeia o Maranhão, ao Nordeste e a parte do Centro-Oeste”, destacou Marinho.

O estudo será realizado por meio da Secretaria Nacional de Segurança Hídrica do MDR e da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA). Será verificada toda a infraestrutura necessária para atender às demandas hídricas das regiões com escassez e que não têm soluções já identificadas para o problema.

Saiba mais sobre os estudos

Site oficial: https://www.gov.br/mdr/pt-br

Crédito:
Imprensa | Ministério do Desenvolvimento Regional

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5271 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!