Indústria de confecção investe em energia solar para ter autonomia energética

softelec
Foto aérea: Usina da Equipaggio com Inversor Tauro da Fronius
Foto aérea: Usina da Equipaggio com Inversor Tauro da Fronius

Imagem: Divulgação | Com o inversor inteligente de grande potência da Fronius, a Equipaggio se tornou o novo ‘prosumidor’ ao produzir e gerenciar a própria eletricidade, gerando redução de mais de 95% na conta de luz

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Dezembro de 2022 – A energia elétrica impacta diretamente nos custos da produção industrial. E no caso da Equipaggio, indústria de confecção de Natal (RN) com 29 anos de mercado, o custo da eletricidade chegou a corresponder por cerca de 8% das despesas operacionais. Para assegurar a produção de mais 25 mil peças por mês, comercializadas no Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, Pernambuco, Ceará e Pará, e ao mesmo tempo reduzir os gastos crescentes com a conta de luz, a empresa resolveu instalar a sua própria usina fotovoltaica.

“Nos últimos seis anos o valor da tarifa de energia praticamente duplicou. E com a entrada da bandeira vermelha esse aumento se tornou sazonal, sem falar na instabilidade no fornecimento”, afirma Victor Hugo de Lima Faustino, sócio administrador da Equipaggio, que sempre investiu em tecnologia para produzir mais e melhor.

E foi durante uma viagem pela Europa que o executivo decidiu implementar o sistema de geração própria de energia.

“Na Alemanha e Suíça vi muitas fábricas que operam com a energia solar e pensei: por que não fazer isso em Natal, onde temos o sol praticamente o ano todo?”.

Sistema robusto e inovador

Assim, em dezembro de 2021, a empresa iniciou o processo de instalação do sistema fotovoltaico na planta fabril, na zona industrial de Macaíba. Alinhada com as necessidades da fábrica, a Enerbras Energias Renováveis, representante da Fronius, fabricante líder mundial de inversores fotovoltaicos da região, desenvolveu um projeto inovador, que tem como destaque o recém-lançado inversor Tauro, de 50kW-D, voltado para usinas de média e grande potência, conectado com 300 módulos solares instalados sobre o telhado da fábrica.

“Queremos estar sempre à frente do mercado, com tomada de decisões rápidas. E esse projeto é o primeiro com a tecnologia Tauro na região Nordeste”, afirma Helder Ferreira, diretor geral da Enerbras.

Foto: Inversor Tauro da Fronius instalado na Usina da Equipaggio

O executivo explica que o inversor de grande potência da Fronius se mostrou mais adequado à usina fotovoltaica da Equipaggio pela sua robustez e desempenho extraordinário mesmo em condições desafiadoras, como as altas temperaturas do Nordeste brasileiro. 

Outro ponto que determinou a escolha do inversor Tauro foi o seu hardware que, além de contar com camada extra de proteção contra o calor, possui um design mais compacto e inteligente, que proporciona uma flexibilidade sem precedentes ao projeto.

“O design do equipamento não só contribui para otimização de custos de BOS (que inclui componentes, conexões para gerar equilíbrio do sistema fotovoltaico), como também simplifica a instalação e agiliza o serviço”, complementa Ferreira.

E no caso de um eventual problema técnico, é possível fazer conserto e manutenção no local, ao contrário dos demais inversores de grande potência do mercado.

Economia e escalabilidade

Em operação desde fevereiro de 2022, a usina fotovoltaica da Equipaggio tem capacidade para gerar cerca de 96 mil kWh, o suficiente para abastecer toda a fábrica e gerar crédito que pode ser abatido nas contas de luz das quatro lojas da fábrica, reduzindo em mais de 95% as despesas com eletricidade.

“Antes da instalação do sistema fotovoltaico, o gasto com a conta de luz variava de 9 a 10 mil reais por mês, e até mais quando vigorava a bandeira vermelha. Hoje, pagamos apenas tarifa mínima”, afirma o executivo.

A Equipaggio segue a tendência do novo ‘prosumidor’, aquele consumidor que além de produzir, também monitora e adota medidas para otimizar a eletricidade que gera. A eficiência energética é garantida pelas outras melhorias contínuas que a confecção vem realizando ao longo dos anos, como a modernização da linha de produção com maquinários digitais, mais eficientes e que consomem menos energia, e iluminação LED. 

Além da economia, a tecnologia fotovoltaica proporcionou à Equipaggio autonomia energética, para manter suas atividades e aumentar a produção mesmo diante do problema de fornecimento da rede pública.

Sobre a Fronius do Brasil

Há mais de 20 anos atuando no mercado brasileiro, a Fronius do Brasil é composta de três unidades de negócios: Energia Solar; Tecnologia de Soldagem e Carregadores de Baterias para todos os tipos de veículos e para centros de distribuição. A Fronius foi fundada na Áustria em 1945 e hoje é reconhecida como líder em inovação e tecnologia ao redor do mundo. No Brasil, está localizada em São Bernardo do Campo (SP), onde conta com uma equipe de mais de 100 profissionais, além de mais de 30 representantes comerciais e distribuidores em todo território nacional. Em 2021, a filial brasileira recebeu, pelo segundo ano consecutivo, o selo da consultoria internacional Great Place to Work (GPTW) e a certificação de excelente empresa para trabalhar no ranking Melhores Empresas para Trabalhar GPTW.

Site oficial: Bem-vindo a Fronius do Brasil

Solar Energy

Operando há 10 anos no Brasil, a terceira e mais jovem das três unidades de negócios da Fronius se dedica a soluções inovadoras para o mercado fotovoltaico, com produtos e serviços voltados para geração, armazenamento, distribuição e consumo de energia solar, que, combinados em um sistema holístico, abrem novas oportunidades para abraçar a transição energética. Por meio da força do sol, a Solar Energy Fronius trabalha para um futuro sustentável e livre de emissões, tornando o ambiente ainda mais habitável para as gerações futuras. Somos 24 horas de sol.

Crédito:
Imprensa

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
About Ambiental Mercantil Notícias 5375 Articles
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!