Conscientização sobre a posse ilegal de Animais Silvestres

softelec
Foto: SSP-SP

Imagem: Divulgação | Descoberta de jacaré e outros animais silvestres em apartamento na zona sul de São Paulo evidencia a importância da responsabilidade e da necessidade de conscientização a respeito da aquisição desses animais

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Maio de 2023 – As organizações não governamentais AMPARA Silvestre, Alianima e Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, expressam mais uma vez a preocupação após a recente descoberta de um jacaré e outros 85 animais silvestres mantidos em cativeiro em um apartamento localizado na zona sul de São Paulo.

No dia 13 de maio, autoridades da Polícia Civil realizaram uma operação de resgate no apartamento, onde encontraram diversas espécies de animais silvestres, incluindo aves, répteis e mamíferos. Entre os animais resgatados, o jacaré se destacou devido ao seu tamanho e risco potencial à segurança dos moradores, bem como a ausência de recursos adequados ao animal para suprir minimamente suas necessidades básicas.

O IBAMA ressalta que a posse ou o comércio ilegal de animais silvestres são práticas que contribuem para a diminuição da biodiversidade, o desequilíbrio dos ecossistemas e o enfraquecimento das populações dessas espécies.

As organizações trabalham incansavelmente para promover campanhas de conscientização pública sobre a proteção dos animais silvestres, fornecendo orientação e eventual assistência em alguns casos de resgate e reabilitação, além de apoiar medidas de conservação e políticas públicas para a proteção animal.

“Neste momento, pedimos à população que denuncie qualquer atividade ilegal relacionada à posse ou comércio de animais silvestres”, enfatiza Patrycia Sato, médica veterinária e presidente da ONG Alianima. “A colaboração de todos é fundamental para coibir essa prática criminosa, que além de prejudicar o equilíbrio da vida silvestre e ecossistemas, também causa sofrimento e morte desses indivíduos”.

O problema da posse ilegal de animais silvestres

A posse ilegal de animais silvestres é uma prática preocupante e comum em muitas partes do mundo. Muitas pessoas são atraídas pela ideia de ser diferente e ter um animal que fuja do padrão correto de adoção de animais de companhia, como cães e gatos, e acabam buscando por espécies que possam destacá-las das demais pessoas, como é o caso de animais silvestres ou exóticos, sem compreender os impactos negativos que isso pode ter tanto para o animal quanto para o ecossistema em geral.

A captura e o comércio ilegal de animais silvestres resultam em sérias consequências para a vida selvagem e também para os portadores desses animais, posto que são diversos os casos de animais que podem ferir ou até mesmo matar aqueles que os mantêm em cativeiro. Outra implicação decorrente da prática reside no surgimento e propagação de doenças, conhecidas como zoonoses.

Os perigos da posse legal de animais silvestres

Patrycia também destaca que, além do tráfico, ou seja, comércio ilegal, a compra de animais silvestres, mesmo de fontes autorizadas, também apresenta uma série de complicações.

“Em primeiro lugar, incentiva as pessoas a adquirirem essas espécies, que continuam buscando fontes ilegais por serem mais baratas, ou seja, não reduz o tráfico, muito pelo contrário. Um outro aspecto é que muitos criadores autorizados capturam animais na natureza e fraudam a identificação com muita facilidade, mantendo a perda da fauna silvestre e ampliando riscos sanitários”, afirma Sato.

É preciso que as instituições e a sociedade se unam para promover ações conjuntas de conscientização, fiscalização e resgate de animais silvestres, visando garantir a proteção dessas espécies e a preservação de seus habitats naturais.

Imprensa

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5240 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!