Programa Nascentes promove a restauração ecológica de 520 hectares na região de Piracicaba

softelec
Os projetos foram elaborados pela ONG Iniciativa Verde, aprovados pela comissão do Programa Nascentes e disponibilizados na “Prateleira de Projetos”.
Os projetos foram elaborados pela ONG Iniciativa Verde, aprovados pela comissão do Programa Nascentes e disponibilizados na “Prateleira de Projetos”.

Imagem: Divulgação | Disponibilizados para proprietários rurais, “Prateleira de Projetos” criam corredores ecológicos e fortalecem preservação nas Unidades de Conservação no Estado

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Agosto de 2023 – Para promover a restauração ecológica em áreas prioritárias, aumentar a segurança hídrica e biodiversidade da mata ciliar das nascentes, córregos e rios, o Programa Nascentes conta com uma bem abastecida “Prateleira de Projetos”. Os projetos estão disponíveis para os interessados que quiserem adquirir, conforme a dimensão da área que precisem restaurar. Apenas na região da Estação Ecológica Ibicatu, em Piracicaba, por exemplo, estão em implementação cinco projetos que, juntos, somam 520 hectares de Mata Atlântica a serem restaurados, mais de seis vezes a área da Unidade de Conservação (UC).

Até o momento, deste total, já foram recuperados 208 hectares, resultantes de 70 compromissos ambientais firmados por diferentes pessoas físicas e jurídicas, todos devidamente cadastrados no Sistema Informatizado de Apoio à Restauração Ecológica (SARE), da Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil).

Os projetos foram elaborados pela ONG Iniciativa Verde, aprovados pela comissão do Programa Nascentes e disponibilizados na “Prateleira de Projetos”. Isso demonstra a importância da atuação local dos restauradores para o engajamento dos proprietários rurais em projetos de restauração.

O trabalho contribui para o aumento da cobertura florestal e da conectividade entre os fragmentos florestais remanescentes, e proteção de recursos naturais e da biodiversidade nativa.

Para a secretária Natália Resende, a iniciativa permite que empreendedores públicos e privados contem com a possibilidade de contratar projetos prontos para cumprir seus compromissos ambientais, dando celeridade à recuperação. “Essa ação é muito importante não só pela questão do financiamento, mas pelo aumento do escopo na integração de diversos atores. Queremos, cada vez mais, engajar projetos em prol da restauração ecológica, a fim de devolver ao território os serviços ecossistêmicos vitais para a produção rural sustentável e a melhoria da qualidade de vida”, pontuou.

A “Prateleira de Projetos” abrange, atualmente, 75 municípios e une especialistas em restauração ecológica, empreendedores com obrigações ambientais e detentores de áreas a serem recuperadas. A Iniciativa Verde é um dos 14 parceiros especialistas que possuem projetos aprovados.

Mais sobre a “Prateleira de Projetos”

A ‘Prateleira de Projetos’ foi desenvolvida como uma forma mais simples de executar um projeto de restauração ecológica. Aqueles disponíveis e aprovados pela Comissão Executiva do Programa Nascentes, possuem local e estratégia de restauração definidos e contam com anuência do proprietário para sua realização.

Há projetos em propriedades particulares e também em Áreas de Preservação. Os interessados em contratar algum deles devem entrar em contato diretamente com o proponente da iniciativa, e informar-se a respeito de despesas, garantias e prazos. Ao contratar um projeto, os financiadores podem, ainda, obter o Certificado e o Selo de Parceiro do Programa Nascentes, o que permite associar suas marcas a esta iniciativa.

Programa Nascentes

Nos primeiros seis meses de 2023, cerca de 1.211 hectares foram plantados, o correspondente a aproximadamente 2 milhões de mudas. Criado em 2015, o programa contabiliza mais de 30 mil hectares em restauração, com mais de 51 milhões de mudas plantadas no Estado de São Paulo.

O Nascentes otimiza e direciona investimentos públicos e privados, a fim de cumprir obrigações legais, compensação de emissões de carbono, redução da pegada hídrica (indicador do volume de água consumido nos processos de produção) e, em alguns casos, a implantação de projetos de restauração voluntários.

Acesse aqui e saiba mais: https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/programanascentes/

Imprensa

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5263 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!