Ação da Biosaneamento reúne filtros de água para os afetados pelas enchentes no RS

softelec
Foto: A ONG Biosaneamento, em conjunto com a Amazon e Água Camelo, enviou 50 filtros de água para o estado do Rio Grande do Sul.
Foto: A ONG Biosaneamento, em conjunto com a Amazon e Água Camelo, enviou 50 filtros de água para o estado do Rio Grande do Sul.

Imagem: Divulgação | Os 50 filtros de água, juntos, tem a capacidade de potabilização de até 1,2 milhão de litros de água por dia

Publicidade
Publicidade
CITER 2024 Piauí

Maio de 2024 – Emação para diminuir a aflição da população do Rio Grande do Sul, que sofre com desabastecimento de água por causa das enchentes, a ONG Biosaneamento, em conjunto com a Amazon e Água Camelo, enviou 50 filtros de água para o estado. O filtro limpa a água barrenta dos rios para consumo imediato. Cada filtro produz mil litros por hora e, juntos, tem o potencial de potabilizar até 1,2 milhão de litros de água por dia.

“O Correios está fazendo esse transporte, com ajuda da FAB, até Canoas/RS, onde a Corsan/Aegea deve receber e fazer a instalação. A gente entende que a melhor opção é mandar isso para a empresa local de saneamento para poder fazer render o máximo esse produto de alta tecnologia”, afirmou o presidente da ONG Biosaneamento, Luiz Fazio.

Em Porto Alegre, duas das seis estações de tratamento de água estão paradas, porque alagaram e estavam sob risco de provocar descargas elétricas. Cerca de 85% da população está desabastecida pelo Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). Além da capital, os municípios do interior do Rio Grande do Sul afetados pela cheia dos rios também sofrem com falta de água.

A Biosaneamento também se coloca à disposição das autoridades estaduais e federais para discutir meios eficazes e de qualidade para erguer o estado do Rio Grande do Sul, com equipe técnica capacitada para debater o saneamento básico nas cidades afetadas. O RS tem 428 de 497 municípios com algum relato de problema relacionado ao temporal. Mais de 1,4 milhão de pessoas foram afetadas.

“Além disso, estamos prontos para trabalhar na prevenção dos efeitos da crise climática no restante do Brasil. Essa situação precisa servir de alerta para a necessidade de nos prepararmos para alagamentos e demais catástrofes que estão por vir”, reiterou Luiz Fazio.

Sobre a Biosaneamento

Atuamos para universalizar o saneamento básico, começando por quem está no fim da fila e partindo do princípio de que ele é urgente. Presentes em mais de 20 comunidades do Brasil, com mais de 30 mil pessoas atendidas e 49 sistemas instalados, fazemos isso por meio do engajamento e da geração de renda para a comunidade na implantação dos sistemas, usando soluções descentralizadas, com inovação tecnológica e social, valorizando as parcerias como meio de implementação. Acreditamos que como Saneamento Básico é fundamental para a dignidade humana ele precisa ser atendido de forma incondicional e emergencial.

Site oficial: https://associacaobiosaneamento.org

Imprensa

Temas Relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5203 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!