Você sabe qual a importância da ÁGUA?

Por Igor Duarte Rosa Lima, graduado em Engenharia Ambiental e Sanitária e Diretor da Essencial. Escreveu com exclusividade para AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS | Seção Opinião de Especialista, para o Dia Mundial da Água.

Pois bem, esse fluído é um recurso finito e logo vulnerável (BAHIA & BIAZATTI, 2014). Ela adentra em todos os aspectos de desenvolvimento agrícola e industrial e produção de bens de consumo. Sua importância vai mais além, ela compõe cerca de 60% do nosso corpo e é vital para o funcionamento dos nossos órgãos. Entretanto, a partir do século XXI, a falta de água começou a ser um dos principais problemas urbanos enfrentados no mundo.

A má gestão dos cursos hídricos, o consumo exagerado, a negligência das empresas, a falta de investimentos e a contaminação dos cursos de água, contribuem para ocasionar a sua falta.

De acordo com uma publicação da World Resources Institute (2015), 2040 será considerado o ano de escassez de água para 3,5 bilhões de pessoas no mundo devido ao uso exagerado desse recurso. No entanto, em algumas cidades do Mundo já é possível verificar a complexidade de obtenção do recurso. Na cidade do Cabo, África do Sul, os moradores estão usando apenas 1,5 litros de água. Ainda, conforme o Fórum Econômico Mundial (2019), a crise da água é o risco global nº 4 em termos de impactos para a sociedade.

A contaminação do recurso é um dos principiais problemas. A aplicação excessiva de fertilizantes pode contaminar os lençóis freáticos, o uso de tecnologias como as fossas sépticas e sumidouros também e os setores de mineração e geração de energia utilizam combustíveis fosseis que utilizam grandes quantidades de água limpa e devolvem ao meio ambiente em forma de efluentes tóxicos (CLARK & FIGUEREDO, 2018). A Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2017, identificou que cerca de 785 milhões de pessoas não tem acesso a água potável e a cada 2 minutos uma criança morre de alguma doença relacionado a água.

Apesar do Brasil ser uma das maiores reservas de água doce do mundo, as diferenças regionais, a péssima qualidade de água, o uso exagerado e a má gestão contribuem para a escassez. O país é altamente dependente da fluído para as suas atividades, principalmente para o agronegócio, são 52% das águas destinadas a essa atividade (ANA, 2019). Algumas cidades como: São Paulo em 2015, Brasília em 2018, Ceará em 2018 e Rio de Janeiro em 2020 viveram algumas dessas crises hídricas.

Uma das maneiras de driblar a falta do recurso, é a partir da reutilização dos efluentes, sejam eles domésticos ou industriais. O efluente tratado pode ser utilizado como geração de energia, refrigeração de equipamentos, plantio de algumas culturas, limpeza de ruas e praças e aproveitamento em processo industriais. Só para se ter ideia, a calça Jeans que você utiliza no dia-a-dia requer aproximadamente 10 m3 de água para sua criação (WWAP, 2018).

Entre os principais benefícios da reutilização estão: alivio da demanda e preservação da oferta de água para usos múltiplos, redução do valor das contas de energia elétrica e água devido ao uso mais eficiente, aumento da fertilidade do solo e minimização dos impactos provocados nos corpos hídricos, como a eutrofização (Guidolin, 2006). Logo, para a concretização da prática de reúso, deve se adotar tecnologias eficazes em remoção de nutrientes e DBO e de baixo custo operacional, para que a prática comece a se tornar viável em muitas cidades do País.

Sobre o Autor

 <img loading=

Natural de Maceió (AL), Igor Duarte Rosa Lima é graduado em Engenharia Ambiental e Sanitária pelo Centro Universitário Tiradentes – UNIT. Começou como estagiário na Essencial. No seu currículo constam a participação, em 2016, no I Simpósio Alagoano sobre resíduos sólidos com o tema “Desafios da Implantação do Plano de Resíduos Sólidos em Alagoas” e no Projeto de Pesquisa “Uma atividade sustentável: utilização de matéria-prima descartável de um laticínio para a produção de sabão, e consequentemente a redução de impactos ambientais”, no ano de 2018. O profissional está sempre em busca de aperfeiçoamento. 
Linkedin: https://www.linkedin.com/in/igorduarterl/

Sobre a Essencial

Um dos objetivos da empresa é garantir a sustentabilidade, encontrando o equilíbrio entre a produção e o tratamento de efluentes e resíduos. Para isso, a Essencial utiliza uma engenharia inovadora e tecnologias de baixo impacto. A utilização do sistema BioGill está ajudando a empresa a atingir este objetivo. Site: www.essencial.eco.br  

Sobre a Biogill

Desenvolvida nos laboratórios de pesquisa da Organização Australiana de Ciência e Tecnologia Nuclear (ANSTO, na sigla em inglês), a BioGill combina uma tecnologia simples e inteligente com processos biológicos naturais. A sede da empresa fica em Sydney, uma das maiores cidades da Austrália. 



Referências:

::: Agência Nacional de Águas (Brasil), 2019. Manual de Usos Consuntivos da Água no Brasil – Brasília: ANA, 2019.
::: BAHIA, Myriam; BIAZATTI, Bruno. Os fundamentos do Direito à Água. [S. l.]: Blog da Redação, 18 nov. 2014. Disponível em: Os fundamentos do Direito à Água – Outras Palavras. Acesso em: 8 jul. 2020.
::: CLARK, Nathália; FIGUEREDO, Nicole. Crise Hídrica: um problema ainda contornável. [S. l.], 16 mar. 2018. Disponível em: https://envolverde.cartacapital.com.br/crise-hidrica-um-problema-ainda-contornavel/. Acesso em: 8 jul. 2020.
::: WORLD ECONOMIC FORUM. Global Risks Report 2019, Geneva, ed. 14, p. 1-114, 2019.
::: World Health Organization (WHO) and the United Nations Children’s Fund (UNICEF), 2017. Progress on drinking water, sanitation and hygiene: 2017 update and SDG baselines. Geneva: Licence: CC BY-NC-SA 3.0 IGO.
::: World Resources Institute, 2000–200: People and Ecosystems: The Fraying Web of Life. Washington, D.C.: World Resources Institute (2000), pp. 389, GBP 22.95. ISBN 1-56973-443-7.
::: WWAP (United Nations World Water Assessment Programme)/UN-Water. 2018. The United Nations World Water Development Report 2018: Nature-Based Solutions for Water. Paris, UNESCO.

Informamos que os conteúdos publicados são contribuições independentes e de inteira responsabilidade dos autores, não refletindo, necessariamente, a opinião do corpo editorial Ambiental Mercantil Notícias.

Crédito:
Ambiental Mercantil Notícias | Opinião de Especialista

Sobre Ambiental Mercantil Notícias 838 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal que promove o meio ambiente, através da promoção de tecnologias ambientais e inovações, produtos e serviços de sustentabilidade, nacionais e internacionais.