Acordo Ambiental São Paulo foi ampliado no “Dia da Terra”

Acordo Ambiental São Paulo é ampliado no “Dia da Terra

Imagem: Site SDR São Paulo | Secretarias estaduais de Relações Internacionais, Desenvolvimento Regional e Infraestrutura e Meio Ambiente, além da Cetesb, anunciam novas frentes de adesão ao acordo

Após um ano da implantação do Acordo Ambiental São Paulo, as Secretarias de Relações Internacionais, Desenvolvimento Regional, Infraestrutura e Meio Ambiente e a CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo anunciaram dia (22/04), data em que é comemorado o Dia da Terra (“Earth Day”), que os municípios do Estado e organizações internacionais também poderão se engajar no movimento.

O Acordo Ambiental São Paulo é uma ação voluntária em que empresas e associações empresariais assumem o compromisso de reduzir a emissão de gases de efeito estufa, para apoiar o esforço internacional de contenção do aquecimento global nos próximos 10 anos, associando-se ao Governo do Estado de São Paulo no esforço de reduzir emissões, meta central do Acordo de Paris.

Até o momento, o pacto paulista conta com 203 adesões, sendo que a partir de agora, o poder local – as Prefeituras – poderão acionar empresas e indústrias localizadas em seu território para que também participem. Além disso, organizações internacionais serão igualmente convidadas a acompanhar de perto os resultados que a câmara técnica de mudanças climáticas determina.

Para o Secretário de Relações Internacionais do Governo do Estado, Julio Serson, a ampliação é uma boa oportunidade para mostrarmos aos parceiros internacionais o bom desempenho do Acordo no estado.

“Essa nova fase do Acordo Ambiental São Paulo é um marco da iniciativa, pois envolverá novos atores para contribuírem com a proteção do meio ambiente, ampliando os bons resultados que temos obtido em São Paulo”, afirma o Secretário.

O titular da Pasta de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, ressalta que

“a iniciativa demonstra, mais uma vez, que São Paulo está na vanguarda do desenvolvimento sustentável e comprometido com a agenda internacional para reduzir a emissão de poluentes, como parte das ações para mitigar os efeitos das mudanças climáticas”.

Já para o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, esta é mais uma ação positiva da pauta ambiental do Estado de São Paulo.

“Criamos dois programas de desenvolvimento regional, o Vale do Futuro e o Pontal 2030, com propostas de incentivo a boas práticas ambientais, e criamos o novo ICMS Ambiental, que irá direcionar mais de R$ 5 bilhões, ao longo dos próximos dez anos, aos municípios que se empenham na preservação ambiental e na adoção de ações voltadas ao desenvolvimento sustentável”, afirmou Vinholi.

Para Patrícia Iglecias, diretora – presidente da CETESB,

“O Governo de São Paulo, com a expansão do Acordo Ambiental, demostra a convergência com as políticas climáticas internacionais, articuladas pela Organização das Nações Unidas, sustentadas por uma rede científica de pesquisadores, universidades, centros de referência, que representam a melhor ciência disponível atualmente. Ressalta ainda o protagonismo do estado nessa agenda e a capacidade de diálogo com muitos setores da economia e sociedade paulistas para desencadear ações comuns.”

Crédito:
Imprensa | CETESB

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL



Sobre Ambiental Mercantil Notícias 1748 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal que promove o meio ambiente, através da promoção de tecnologias ambientais e inovações, produtos e serviços de sustentabilidade, nacionais e internacionais.