Alunas do Santo Américo desenvolvem sistema alternativo de dessalinização

Alunas do Santo Américo desenvolvem sistema alternativo de dessalinização

Imagem: Divulgação Colégio Santo Américo | Projeto é sustentável, econômico e eficaz

As alunas Isabella da Silva Carvalho, Joyce Rodrigues Soares e Marianna Jardim, da 2ª série do Ensino Médio do Colégio Santo Américo, desenvolveram um projeto alternativo para dessalinização da água, muito mais sustentável e econômico do que o processo de Osmose Reversa.

O projeto SAL – Sistema de Dessalinização foi desenvolvido durante as aulas da eletiva de Iniciação Científica com a orientação da professora Leila M. Stávale.

“Prevendo o grande problema de escassez de água que a humanidade poderá enfrentar no futuro, as alunas criaram um projeto de dessalinização da água do mar que utiliza um fator biótico do ecossistema, tornando o processo mais sustentável e econômico”, conta a orientadora.

Em fase de desenvolvimento do protótipo, o sistema de dessalinização criado pelas alunas utiliza a erva de sal Salicornia ambígua, uma planta halófita tolerante à água salobra. Em seu processo natural de evapotranspiração, a planta absorve sais da água salobra, diminuindo a concentração de NaCl, tornando possível filtrar a água por meio da remoção dos sais e alterando sua concentração inicial a uma medida equiparada a de uma mesma porção de água potável.

O projeto nasceu de uma ideia que surgiu durante a aula de biologia das alunas.

“Elas trouxeram para a Iniciação Científica e, a partir disso, pensaram em todo o protótipo. Ele foi imaginado levando em consideração o uso de materiais sustentáveis e mais baratos, pois o processo de dessalinização que existe é muito caro e impacta no ecossistema marinho. Agora estamos na fase de montagem e testes. O mais complicado foi conseguir a planta halófita e, assim que enraizar, poderemos dar a partida nos testes”, explica Leila Stávale.

Além do processo com a planta halófita, as alunas adicionaram outras técnicas ao processo como forma de garantir a perfeita manutenção do sistema.

“O projeto é uma forma alternativa de dessalinização para a obtenção de água doce de forma sustentável, econômica e eficaz para sua correta distribuição no planeta”, finaliza a orientadora.

As alunas escreveram o relatório do projeto durante as férias e tiveram o projeto selecionado para participar de uma importante feira de ciências que acontecerá de 20 a 25 de setembro em São Paulo. 

Sobre o Colégio Santo Américo

Fundado em 1951 por monges beneditinos húngaros, o Colégio Santo Américo atende alunos do Ensino Infantil, Fundamental Anos Iniciais, Fundamental Anos Finais e Ensino Médio. Mantido pelo Mosteiro São Geraldo de São Paulo, o colégio é reconhecido com o Selo da Unesco e oferece a seus alunos o ambiente ideal para a formação humana, acadêmica, esportiva e cultural. Desde 1963 o Colégio Santo Américo ocupa uma área de 64 mil m² no bairro Morumbi.

Site oficial: https://www.santoamerico.org.br/

Crédito:
Imprensa | Colégio Santo Américo

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 1401 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal que promove o meio ambiente, através da promoção de tecnologias ambientais e inovações, produtos e serviços de sustentabilidade, nacionais e internacionais.