ANEEL realiza sua primeira audiência virtual, sobre eficiência energética em hospitais

A Agência Nacional de Energia Elétrica promoveu no último dia (3/9), às 10h30, sua primeira audiência pública em formato virtual, em decorrência da pandemia de Covid-19.

Presidida pelo diretor Sandoval Feitosa, a audiência recebeu manifestações orais sobre a proposta da Agência para a Chamada de Projetos de Eficiência Energética Prioritários nº 3/2020, referente ao aprimoramento de instalações de hospitais públicos ou beneficentes.

A transmissão ao vivo foi realizada no canal da ANEEL no Youtube e no portal da Agência.

Canal ENEEL no Youtube

“A ANEEL é a casa do diálogo e não poderíamos fazer diferente nesse momento de pandemia. De forma pioneira, a Agência realiza sua primeira audiência pública virtual, ao vivo e que pode ser acompanhada por todos”, ressaltou Sandoval Feitosa.

Seguindo as orientações previamente publicadas pela ANEEL, três expositores enviaram vídeos de até cinco minutos para participação na audiência online.

A Consulta Pública nº 047/2020, da qual a Audiência Pública nº 02/2020 é uma importante etapa, recebe sugestões por escrito sobre a minuta de edital da Chamada de Projetos de Eficiência Energética Prioritário nº 3/2020, por meio do qual se pretende impulsionar o aprimoramento de instalações de hospitais públicos ou beneficentes com recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE). De acordo com levantamento da ANEEL, existem cerca de 4 mil hospitais públicos ou beneficentes certificados no Brasil que teriam potencial para serem beneficiados pelo Projeto Prioritário. O envio de contribuições sobre o texto da chamada pode ser feito até 13/10/2020, por meio de formulário disponível na página da Consulta Pública nº 047/2020, no portal da ANEEL.

Crédito:
Agência Nacional de Energia Elétrica

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 1332 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal que promove o meio ambiente, através da promoção de tecnologias ambientais e inovações, produtos e serviços de sustentabilidade, nacionais e internacionais.