O turismo pós pandemia: Turismo ecológico é um dos rumos a ser tencionado

softelec
Tendências e previsões que o setor irá direcionar nos próximos anos.
Tendências e previsões que o setor irá direcionar nos próximos anos.

Imagem: Viajante – Free-Photos | Tendências e previsões que o setor irá direcionar nos próximos anos

Por Adson Dutra, Colaboração para Ambiental Mercantil, em São Paulo

Publicidade
Publicidade
CITER 2024 Piauí

No mundo corrido, frenético e caótico em que vivemos, viajar é uma das alternativas de poder vivenciar aventuras marcantes. Depois de usarmos toda a força e energia no trabalho, temos o turismo como uma atividade recreativa substancial de válvula de espace para aproveitarmos a vida. Mas em 2020, fomos surpreendidos por uma pandemia mundial.

Uma doença altamente contagiosa que se propaga pelo ar, que modificou os rumos de diversos setores nos círculos coletivos sociais.

O Turismo é um desses setores mais afetados pelo isolamento social.

A Organização Mundial do Turismo (OMT), emitiu um chamado para que as autoridades internacionais incluam o turismo como prioridade em suas medidas de recuperação econômica pós-pandemia.

Segundo o turismólogo Vinicius de Moraes, o setor turístico movimenta cerca de 3,3% do PIB mundial. E que com a ausência do turismo físico, todas as ramificações dentro da categoria terão problemas para se desenvolver novamente.

“Em larga escala as atividades irão retornar normalmente, em curta escala, o setor precisa de meios mais seguros e principalmente responsáveis para lidar com um evento de pandemia, seja no conhecimento, no cruzamento de fronteiras e nas orientações da organização mundial da saúde (OMS),” comenta o especialista acerca da nova realidade.

Em uma pesquisa levantada pela Booking em 2020, foi averiguado que os viajantes buscarão por mais segurança, mais opções sustentáveis e destinos mais próximos de casa no turismo pós pandemia.

Em termos nacionais, uma categoria de turismo vem sendo discutida como alternativa de recuperação econômica e eficaz para os viajantes que procuram as opções sustentáveis, chama-se o turismo de natureza.

Este segmento apresenta-se com uma solução, uma vez que o Brasil é abundante em natureza.

Moraes salienta que o turismo doméstico é uma tendência do momento, atrelado ao turismo ecológico, que nos mantém mais próximos da natureza e não dos meios urbanos, sendo um dos fatores centrais dessa nova adaptação em meio ao problema global do não contato com grande número de pessoas.

“Tudo indica que o corona vírus não será exterminado por completo e as vacinas ainda apresentam serem imperfeitas contra o combate. Estar vacinado, manter a higiene, e usar a mascará deverão fazer parte do consciente coletivo e de todos os indivíduos que desejam se aventurar mundo a fora,” explica.

Para o turismólogo é esperado que em larga escala as atividades retornem normalmente. Já em curta escala, o setor precisa de meios mais seguros e principalmente responsáveis para lidar com um evento de pandemia.

“O setor turístico corre um risco de impacto irreversível, mas jamais irá tornar extinto. Se todos fizerem a sua parte, é possível termos um turismo sustentável, consciente e responsável que abra as portas para o turismo em massa,” descreve.

As pessoas precisam da terra, mas a terra não precisa das pessoas. Por isso que ainda exige cuidado com a prática,” finaliza.

Sobre a AMBIENTAL MERCANTIL

Os canais integrados AMBIENTAL MERCANTIL promovem tudo sobre meio ambiente, energias e sustentabilidade. Notícias: https://noticias.ambientalmercantil.com | E-commerce ambiental: https://ambientalmercantil.com

Crédito:
Imprensa | Ambiental Mercantil

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5112 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!