Expo Center Norte zera descarte e envio de resíduos à aterros e ressignifica mais de 1900 toneladas em 12 meses

softelec
expo-center-norte-1
expo-center-norte-1

Imagem : Divulgação | Por meio do projeto “Aterro Zero”, o empreendimento adota iniciativas para otimizar recursos por meio de reciclagem e compostagem de resíduos

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Outubro de 2023 – O impacto de eventos nos mais variados setores, seja economicamente, seja ambientalmente, é indiscutível. Pensando em como atribuir ainda mais valor ao negócio, o Expo Center Norte, maior e mais tradicional espaço para eventos de São Paulo, adotou um modelo de gestão visando impactar positivamente o entorno e toda sua área de atuação. Dentro do seu planejamento estratégico, o Expo Center Norte adotou iniciativas para redução de resíduos dos eventos com a reciclagem, principalmente de papelão, plástico e madeira, que são os materiais usados na montagem e desmontagem dos estandes.

Estes materiais são separados por meio de uma tecnologia de segregação óptica e encaminhados para a correta destinação: os secos são entregues a cooperativas de reciclagem ou a empresas cimentícias que os utilizam no reaproveitamento energético em altos-fornos; e os orgânicos são encaminhados para a compostagem externa.

Essa iniciativa faz parte do Aterro Zero, projeto aplicado para todos os empreendimentos da Cidade Center Norte(Shopping Center Norte, Lar Center, Expo Center Norte e Novotel), que visa a adoção de práticas para a reutilização completa de resíduos gerados em suas respectivas operações. Neste sentido, por meio do projeto Aterro Zero, o empreendimento ressignificou mais de 1.900 toneladas de resíduos gerados em eventos e convenções, os quais deixaram de ser destinados ao aterro.

Ainda pensando na otimização do processo de reciclagem, o Expo Center Norte vem investindo no fornecimento de equipamentos de descarte, em mão de obra e logística de transporte. Com isso, o empreendimento constrói uma narrativa de investir nas outras diretrizes do Plano de Gestão de Resíduos Sólidos (PGRS), que implica em quatro grandes pilares, sendo eles a não geração, redução e reutilização, além da reciclagem dos resíduos sólidos. Com isso, em 2022, iniciou-se um projeto-piloto no Expo Center Norte em sinergia com a Central de Gerenciamento de Resíduos (CGR), comercializando oito caçambas de recicláveis, revertendo a receita para o Instituto Center Norte em iniciativas sociais, como o Hub de Empregabilidade Zona Norte, projeto que tem como objetivo capacitar e reinserir no mercado de trabalho moradores da ZN, principalmente, das comunidades do entorno. Em 2022, criou-se uma oportunidade para que 160 pessoas passassem por treinamentos das quais 102 foram contratadas por parceiros da companhia.

Entretanto, para o sucesso deste projeto, é necessário engajar todos os stakeholders, ou seja, nossos clientes, fornecedores, expositores, entre outros públicos. Levando este cenário em consideração, dentro do projeto Aterro Zero há uma cartilha de boas práticas para um evento sustentável, frente voltada para a conscientização das pessoas frente ao tema logística reversa, instruindo as montadoras, principalmente na desmontagem, que levem os resíduos de volta às marcenarias para serem reutilizadas, fomentando a utilização de sistemas de montagem com elementos reutilizáveis. Outro exemplo foi a implementação dos novos pontos aéreos nos pavilhões do Expo Center Norte, colaborando com a redução de material nas montagens e consumo de energia elétrica eficiente.

“Adotar um compromisso com São Paulo, por meio de iniciativas sustentáveis, é um dos grandes diferenciais do nosso espaço de eventos. Pensamos em iniciativas que contemplem todo o ecossistema em que estamos inseridos. Esses movimentos envolvem desde colaboradores internos até nossos promotores de eventos, disseminando informações sobre os temas ambientais, sociais e de governança, com ações e treinamentos quanto ao descarte adequado dos resíduos e a importância do olhar para o impacto a comunidade ao nosso entorno” completa o Diretor Superintendente do Expo Center Norte, Paulo Ventura.

Todas as iniciativas mencionadas fazem parte do plano macro da Cidade Center Norte, onde a empresa estipulou 22 compromissos alinhados à ODS, a serem cumpridos até 2025, que vão desde geração de empregos e investimento social, gestão de saúde e segurança de colaboradores e stakeholders até ecoeficiência no consumo de água e de energia, controlando emissões e gerindo de forma eficaz e consciente os resíduos produzidos pelo empreendimento.

Sobre o Expo Center Norte

O Expo Center Norte nasceu em novembro de 1993, para consolidar a região norte da cidade de São Paulo como um polo de feiras e congressos. Dos seus 35 mil m² iniciais, aumentou gradativamente sua estrutura até chegar aos atuais 98 mil m², onde estão distribuídos 5 pavilhões e um Centro de Convenções com 21 salas. O Centro de Convenções, de característica modular, foi projetado para receber até 4.100 pessoas simultaneamente, tornando-se o maior de São Paulo. A ampliação da área de pavilhões e a construção do novo Centro de Convenções, em 2009, posicionaram o empreendimento como um dos mais versáteis e completos locais para a realização de eventos do Brasil.

Site Oficial: https://expocenternorte.com.br/

Imprensa

Temas relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5242 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!