Mobilidade urbana: começa a rodar em Porto Alegre, em 2024, o E-Bus Elétrico da ELETRA

softelec
A Eletra produz ônibus elétricos a bateria e trólebus e presta serviços de retrofit (conversão de veículos diesel a elétricos).
A Eletra produz ônibus elétricos a bateria e trólebus e presta serviços de retrofit (conversão de veículos diesel a elétricos).

Imagem: Divulgação

PRÊMIO INTERNACIONAL 2023

PRÊMIO INTERNACIONAL 2023

Ambiental Mercantil recebe prêmio de sustentabilidade ambiental 2023 pela renomada Build Magazine da Inglaterra

Dezembro de 2023 -A Prefeitura de Porto Alegre apresentou no último dia 16, no estacionamento ao lado da Banda da Saldanha, o ônibus 100% elétrico e-Bus 12,1m Eletra, que começará a circular a partir de 2024. O gerente comercial da Eletra, Silvestre de Sousa, participou do evento com o prefeito Sebastião Melo, o secretário de Mobilidade Urbana, Adão de Castro Júnior, e executivos da Caio, parceira da Eletra.

“Já são 245 ônibus entregues à população pela nossa gestão. Modernizamos a frota com a tarifa congelada. Adicionalmente, demos início ao projeto-piloto para implementação dos veículos elétricos na Capital. Uma cidade que quer ser referência em sustentabilidade precisa investir em um transporte coletivo que zere a emissão de poluentes no longo prazo”, disse o prefeito Sebastião Melo.

O e-Bus é um veículo elétrico totalmente fabricado no Brasil, com tecnologia de tração elétrica Eletra, carroceria Caio, chassi Mercedes-Benz, motor elétrico e baterias WEG e zero emissão de poluentes.

Testes

Com pintura personalizada em verde e lilás e o símbolo da cidade, o Laçador, o e-Bus Eletra começará um período de testes e, após esse período, deverá entrar em circulação nas ruas de Porto Alegre a partir de fevereiro.

O veículo foi selecionado depois de um chamamento público lançado pela Prefeitura. Participaram do evento representantes da Prefeitura, Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP), empresas de transporte coletivo e dirigentes das empresas parceiras na produção do e-Bus.

Segundo a Prefeitura, o e-Bus Eletra deverá realizar 66 viagens diárias, operando a Linha 520.3 – Triângulo/24 de Outubro/Auxiliadora, que liga a Zona Norte da cidade até a região central. A linha foi definida pela Secretaria de Mobilidade de Porto Alegre, gestora do transporte coletivo municipal.

Zero Emissão

Ao introduzir veículos elétricos no transporte municipal, a Prefeitura visa eliminar a poluição produzida por motores a diesel dos ônibus convencionais, com o gás carbônico (CO²), fator importante no aquecimento global, e óxidos de nitrogênio (NOx) e material particulado (MP), prejudiciais à saúde humana.

“Essa iniciativa da Prefeitura, ao receber os nossos ônibus e começar a eletrificar a frota, além de melhorar a vida das pessoas, faz com que o planeta Terra agradeça a Porto Alegre pela diminuição da emissão de CO²” – disse Silvestre de Souza, gerente comercial da Eletra.

O e-Bus Eletra 12,1m é um veículo produzido em São Bernardo do Campo (SP), com tecnologia 100% nacional, capacidade para 70 passageiros, ampla acessibilidade, ar-condicionado, wi-fi e espaço para cadeirantes. A autonomia da bateria chega a 250 km.

Lançamentos

Foto: Cesar Lopes, Reprodução
Divulgação

A nova linha de ônibus elétricos Eletra é o resultado de uma parceria estratégica com algumas das principais indústrias brasileiras de transporte público. Algumas delas, como WEG e Caio, são empresas nacionais. Outras, como Mercedes-Benz e Scania, são multinacionais instaladas há décadas em território nacional.

  • e-Bus 10m – Midi (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio e motores elétricos e baterias WEG).
  • e-Bus 12,1m – Básico (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio, motores elétricos
  • e-Bus 12,8m – Padron (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio e motores elétricos e baterias WEG);
  • e-Bus 15m (chassi Scania, carroceria Caio e motores elétricos e baterias WEG);
  • e-Bus 21,5m – Articulado (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio e motores elétricos e baterias WEG);
  • e-Trol – Ônibus elétrico produzido especialmente para operações em vias segregadas e BRT (Bus Rapid Transit), com catenárias para recarga de baterias durante o trajeto e ampla autonomia sem contato com a rede aérea.

História

Nascida e instalada desde 1999 em São Bernardo do Campo, a Eletra é uma empresa 100% brasileira que faz parte de um grupo empresarial com mais de um século de experiência em transporte público na Grande São Paulo.

A Eletra produz ônibus elétricos a bateria e trólebus e presta serviços de retrofit (conversão de veículos diesel a elétricos). É uma empresa pioneira no Brasil em tecnologia de tração elétrica para transporte público e de carga.

Produziu o primeiro ônibus elétrico híbrido operacional do mundo (1999), o primeiro ônibus híbrido elétrico Padron (2001), fabricou o primeiro trólebus brasileiro (2002) e o primeiro ônibus 100% elétrico do Brasil (2013), entre outros produtos.

Em 2018, em Resende (RJ), participou diretamente da produção dos primeiros protótipos do e-Delivery, o caminhão elétrico mundial da Volkwagen/MAN. Em 2022, transferiu sua produção para uma ampla unidade industrial de 27 mil m², às margens do km 16 da Via Anchieta, em São Bernardo do Campo. Na nova fábrica, a Eletra produzirá 1.800 ônibus elétricos/ano, ou 150/mês, podendo ampliar essa capacidade em até 50%, conforme a demanda.

Site oficial: https://www.eletrabus.com.br

Imprensa

Temas Relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 4814 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!