Bahia e Espanha compartilham experiências sobre desastre ambiental com derramamento de óleo

Em parceria com o Governo da Espanha, a Secretaria do Meio Ambiente da Bahia (Sema) promoveu na quinta-feira (26) o Webinário Espanha-Bahia: Intercâmbio sobre os impactos das manchas de óleo no litoral baiano.

O evento teve como objetivo compartilhar experiências com os espanhóis no enfrentamento do derramamento de óleo do navio-petroleiro Prestige, que afundou em 2002, e o sucesso das práticas de dessalinização e reutilização de água no país.

Dividido em dois blocos, o encontro abordou primeiro a experiência com o derramamento de hidrocabornetos na costa galega e depois os resultados positivos da reutilização de águas para atividades agrícolas. Representando a delegação espanhola, o encontro teve a participação da diretora-geral da Costa e do Mar da Espanha, Ana Oñoro Valenciano e do secretário da Sema, João Carlos Oliveira, representando o Governo da Bahia.

“Esse encontro foi uma oportunidade ímpar entre o Brasil e a Espanha, por estarmos somando conhecimento sobre um desastre ambiental que afetou profundamente o nordeste brasileiro. Principalmente, porque essa questão do óleo no litoral baiano ainda nos deixa muito preocupados. Até hoje não temos informações concretas do Governo Federal por esse crime ecológico. Essa troca de experiências faz parte das nossas ações pós-desastre”, comentou o secretario.

Durante o webinário, o assessor técnico da Demarcação das Costas da Galícia, Carlos Gil, destacou algumas lições que precisam ser aprendidas para o enfrentamento de um desastre ecológico ou crime ambiental.

“É importante formar uma equipe com uma visão geral, com pessoas técnicas para agir com rapidez sobre cada evento. Mas, qualquer ação tem que ser planejada de forma científica, seguindo protocolos organizados pelos entes envolvidos”, pontuou.

O palestrante destacou também a importância da informação e a opinião pública.

“Toda notícia publicada na imprensa deve ser sempre com transparência, rapidez e de maneira fiel. Por isso, é muito importante que só haja um porta-voz da administração e que as informações e os prognósticos da situação somente sejam divulgados com base de um suporte técnico científico”, finaliza. 

Outros temas abordados foram sobre o planejamento, limpeza e reabilitação da Costa da Galícia, com a palestra do chefe de Demarcação das Costas da Galícia, Rafael Eimil; e sobre as técnicas de respostas no território e a organização dos intervenientes, com o técnico espanhol Miguel Rodríguez.

Sessão de Águas  

As estruturas legais de recursos convencionais e não convencionais na gestão dos recursos hídricos foi outro ponto abordado no encontro virtual.

“É preciso considerar que como parte angular da gestão dos recursos hídricos estão os marcos jurídicos que permitem o estabelecimento de instituições fortalecidas que podem desenvolver instrumentos de planejamento”, ressaltou Concepción Marcuello, da Unidade de Apoio da Direção Geral de Águas do Ministério para a Transição Ecológica e o Desafio Demográfico da Espanha.

Outro debate foi sobre a Regulamentação Europeia de Reutilização de Água para Uso Agrícola, que de acordo com Marcuello deve coexistir com o Regulamento Espanhol, para que seja necessário saber que planos tem a administração competente para harmonizar os regulamentos.

Nesta segunda parte, o diretor técnico da Unidade de Saneamento e Tratamento de Águas Residuais da região de Murcia, Pedro Simon, falou sobre o reaproveitamento de águas residuais recuperadas na região; o vice-diretor de Controle de Gestão e Desenvolvimento da Acuamed, Ignacio González Castelao, abordou sobre as práticas de dessalinização na Espanha; e Ignacio de Rio, do Centro de Estudos Hidrográficos, apresentou as práticas de reutilização para o uso agrícola.

O Webinário Espanha-Bahia também contou com a presença do chefe de gabinete do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Welton Rocha; do diretor de Negócios e Rede do Air Centre, José Moutinho; do coordenador Sênior do Portfólio de Energia do Instituto Clima e Sociedade, Roberto Kishinami; e da superintendente de Inovação e Desenvolvimento Ambiental da Sema, Clarissa Amaral.

Crédito:
SEMA Governo da Bahia

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 1131 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL NOTÍCIAS é um canal que promove o meio ambiente, através da promoção de tecnologias ambientais e inovações, produtos e serviços de sustentabilidade, nacionais e internacionais.