Sebrae Minas divulga calendário de eventos do Minas Solar em 2024

softelec
Sebrae Minas e a Genyx divulgaram o calendário do Minas Solar 2024, que está no seu terceiro ano consecutivo, com 10 eventos pelo estado.
Sebrae Minas e a Genyx divulgaram o calendário do Minas Solar 2024, que está no seu terceiro ano consecutivo, com 10 eventos pelo estado.

Imagem: Divulgação | Encontros têm o objetivo de estimular de forma sustentável a competitividade dos pequenos negócios da cadeia de energia fotovoltaica

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Fevereiro de 2024 – Minas Gerais se tornou referência na produção de energia solar, representando 34% de toda capacidade instalada no Brasil, segundo estatísticas da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Somente no ano passado, houve incremento de 2,6 GW de geração fotovoltaica estado, totalizando 7,15 GW em operação em 2023.

Para incentivar de forma sustentável e competitiva os pequenos negócios que desejam investir no setor, o Sebrae Minas e a Genyx divulgaram o calendário do Minas Solar 2024, que está no seu terceiro ano consecutivo com 10 eventos pelo estado.

Com o objetivo de apresentar as tendências e oportunidades na cadeia de distribuição de energia fotovoltaica, o evento vai reunir integradores, distribuidores, fabricantes e profissionais do setor, em uma ampla programação de painéis, palestras, mini workshops, feiras e rodadas de negócios. Os encontros contarão com a presença de diversos especialistas referências em âmbito nacional, que vão trazer suas visões de mercado, investimentos, regulação, inovação, gestão, ambiente técnico e políticas públicas.

Em 2024, o Minas Solar será realizado em Belo Horizonte e em nove municípios do interior de Minas Gerais. A capital mineira será a terceira cidade a receber o evento. Até outubro, a agenda prevê encontros em Varginha (26/3), Teófilo Otoni (17/4), Ipatinga (23/5), Montes Claros (5/6), Patos de Minas (11/7), Juiz de Fora (01/8). Governador Valadares (12/9), Uberlândia (3/10) e Divinópolis (24/10).

“Nosso estado aparece em posição de destaque na produção de energia solar, tanto em geração distribuída (GD), que é a energia gerada no local de consumo ou próximo a ele, quanto em geração centralizada (GC), que são as grandes usinas. Quando o assunto é geração distribuída, Minas Gerais se destaca com cerca de 12% de toda energia solar produzida em nosso país. Isso demonstra a importância do nosso estado para o desenvolvimento desse setor e sinaliza as inúmeras oportunidades que temos neste novo ciclo de transição energética. Por isso, o Minas Solar é um ambiente favorável para geração de negócios no setor e reunir os atores dessa importante cadeia de produção, que poderão conhecer sobre novidades no mercado e ajudar no desenvolvimento das micro e pequenas empresas”, explica o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Marcelo de Souza e Silva.

Integradores

O Sebrae Minas também lançará a nova fase do *Programa de Aceleração de Integradores*, voltado para micro e pequenas empresas mineiras do segmento solar fotovoltaico com faturamento de R$ 4,8 milhões. A iniciativa terá formato híbrido e duração de dez meses (de março a dezembro), com quase 600 horas de conteúdos.

Durante o período, os participantes terão consultorias de gestão financeira, vendas, canais, negociação, pós-vendas, marketing e pessoas. O Sebrae Minas vai arcar com 60% dos custos do programa.

“É uma iniciativa inovadora, que vai levar conhecimento das ferramentas de gestão eficiente, inovações em processos e comercialização de produtos e serviços para a obtenção de resultados mais rentáveis”, destaca Marcelo.

Setor em crescimento

Segundo a Aneel, o Brasil superou no ano passado a marca de 35 gigawatts (GW) de capacidade instalada da fonte solar fotovoltaica, somando as usinas de grande porte e os sistemas de geração própria em telhados, fachadas e pequenos terrenos. Desde 2012, a energia solar trouxe ao país mais de R$ 170 bilhões em investimentos, gerando cerca de R$ 47,9 bilhões em arrecadação fiscal e levando à geração de 1 milhão de empregos.

Em 2024, estão previstos para entrar em operação 10,8 GW de potência, dos quais 6,1 GW têm origem na fonte solar. Em usinas solares de grande porte, o Brasil tem cerca de 10,6 GW de potência instalada. Desde 2012, as usinas atraíram investimentos de R$ 47,6 bilhões e mais de 318 mil empregos, gerando uma arrecadação de R$ 16,7 bilhões.

Minas Solar 2024 | Agenda

  • Varginha – 26 de março
  • Teófilo Otoni – 17 de abril
  • Belo Horizonte – 25 de abril
  • Ipatinga – 23 de maio
  • Montes Claros – 5 de junho
  • Patos de Minas – 11 de julho
  • Juiz de Fora – 1º de agosto
  • Governador Valadares – 12 de setembro
  • Uberlândia – 3 de outubro
  • Divinópolis – 24 de outubro

Site oficial: https://sebraemg.com.br/

Imprensa

Temas Relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
About Ambiental Mercantil Notícias 5367 Articles
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!