BIOECONOMIA

Bioeconomia na COP28

Na COP28 cientistas de todo o planeta discutem o enfrentamento dos desafios da mudança climática e seus impactos. Para reduzir os impactos das mudanças climáticas e as emissões de gases de efeito estufa, precisamos colocar cada vez mais em nossas vidas os recursos renováveis: a frase na abertura do painel ‘Bioeconomia e Circularidade para um Futuro Sustentável. […]

AGROFLORESTAL

Conheça quatro negócios de impacto que trabalham a bioeconomia na região amazônica

O relatório Investimentos de Impacto no Brasil, divulgado em 2020 pela Aspen Network of Development Entrepreneurs (ANDE), indica que há pelo menos 11,5 bilhões de ativos sob gestão com esse foco no país. E há uma região brasileira que vem se destacando cada vez mais nesse segmento: os nove estados que compõem a Amazônia Legal. Amazonian SkinFood, Amazônia Smart Food, DCO Sustentável e Manioca procuram contribuir para a manutenção da floresta em pé. […]

Foto: Site do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá
A+S | SOCIOAMBIENTAL

Bioeconomia: Produção do Pirarucu com manejo sustentável chega a R$ 4 milhões

A metodologia do manejo da espécie na região foi criada pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM) em conjunto com manejadores e vem sendo conduzida há 24 anos, tornando-se referência no estado do Amazonas com o objetivo de garantir a sustentabilidade da pesca, conservar o equilíbrio no ecossistema e, ao mesmo tempo, gerar renda para as populações locais. […]

Jornada Amazônia
AMAZÔNIA

Mais de 660 ideias estão inscritas no Sinapse da Bioeconomia, programa que vai originar até 70 novos negócios na região da Amazônia Legal

Mais de 660 ideias estão inscritas no Sinapse da Bioeconomia, programa da Plataforma Jornada Amazônia que tem como meta originar até 70 novos negócios de impacto nos estados que compõem a Amazônia Legal. Os projetos, 662 no total, são de proponentes de 119 municípios brasileiros de 22 estados – os estados com mais inscrições são Pará (207), Amazonas (148) e Amapá (55). […]

AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

Fiocruz Brasília e CONTAG lançam curso sobre bioeconomia das plantas medicinais para agricultores e agricultoras familiares

A Fiocruz Brasília, por meio do Colaboratório de Ciência, Tecnologia, Inovação e Sociedade (CTIS), e a Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) lançam, no dia 5 de junho, o curso “Bioeconomia das plantas medicinais e fitoterápicos na agricultura familiar”. […]

O Observatório de Conhecimento e Inovação em Bioeconomia é um centro interdisciplinar criado pela Fundação Getulio Vargas, com especialização em mudanças climáticas, uso da terra e uso da biodiversidade.
BIOCOMBUSTÍVEIS

Gases de efeito estufa: Observatório de Bioeconomia da FGV lança relatório de descarbonização

O Observatório de Conhecimento e Inovação em Bioeconomia da Fundação Getulio Vargas (FGV) acaba de lançar o dashboard de descarbonização na
matriz de combustíveis leves. O objetivo é acompanhar, trimestralmente, a dinâmica de consumo de combustíveis no Brasil, com atenção especial à análise e compreensão dos efeitos da bioenergia na redução das emissões de gases causadores do efeito estufa (GEE). […]

Foto: Liliane Leite - A pesquisa gerou uma película biodegradável, antimicrobiana e com propriedades antioxidantes. Na foto, detalhe da produção do filme passando pelo infravermelho.
BIODEGRADÁVEIS

Bioeconomia: Filme biodegradável para embalar de alimentos usa gelatina e nanocristais de celulose

s filmes se mostraram com propriedades ópticas e mecânicas similares aos plásticos convencionais, mas com a vantagem de ter fontes naturais como matéria-prima e de serem biodegradáveis. Outra vantagem é que o filme é antimicrobiano, inibiu o crescimento de bactérias Staphylococcus aureus e Escherichia coli em testes acelerados de laboratório e prolongou a vida útil em queijo mussarela, em até um mês. […]