Banco Europeu de Investimentos concede € 300 milhões ao Santander Brasil para investimentos em geração de energia solar em pequena escala

softelec
Imagem: Santander
Imagem: Santander

Imagem: Divulgação

  • Projeto Global Gateway vai contribuir com a ação climática para mitigar os efeitos das mudanças climáticas;
  • Placas solares fotovoltaicas serão instaladas em residências e em pequenos negócios.
Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Julho de 2023 – O Banco Europeu de Investimentos (BEI), maior banco público multilateral do mundo, e o Santander Brasil, maior banco estrangeiro instalado no Brasil, assinaram um acordo com o objetivo de fomentar o uso de energia renovável no Brasil. Ricardo Mourinho Félix, vice-presidente do BEI e Carlos Rey de Vicente, head regional do Santander para a América do Sul, assinaram na segunda (17/7) em Bruxelas, na Bélgica, um empréstimo de 300 milhões de euros durante a Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da UE-CELAC (União Europeia – Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos) e o Fórum Empresarial UE-ALC (União Europeia – América Latina e Caribe).

O projeto faz parte da estratégia de investimentos do Global Gateway da União Europeia, que apoia o desenvolvimento de infraestrutura e melhora a conectividade global e regional nos setores digital, climático, transporte, saúde, energia e educação.

O empréstimo será usado para a instalação de usinas solares fotovoltaicas de autoconsumo de pequena escala no Brasil, predominantemente em telhados, o que vai gerar uma capacidade total combinada de cerca de 600 MWp. As placas fotovoltaicas serão instaladas principalmente em residências e em PMEs (pequenas e médias empresas).

O Global Gateway vai contribuir com a ação climática para mitigar os efeitos das mudanças climáticas.

O projeto também vai ajudar o Brasil a atingir suas metas de aumentar a participação de fontes renováveis ​em seu mix de geração de eletricidade e com o cumprimento do Plano Decenal de Expansão de Energia do país. Por gerar energia de baixo carbono, o projeto reduz as emissões e a poluição do ar. Além disso, a operação vai contribuir para o desenvolvimento de uma nova e mais ampla capacidade de geração de energia em regime de autoconsumo, o que reduzirá perdas e promoverá mais eficiência energética.

A operação assinada hoje reforça o papel do BEI como Banco Climático global e contribui para que, em 2022, quase 80% de seu financiamento total na América Latina esteja vinculado à ação climática e à sustentabilidade ambiental. Além disso, a ação contribui com a estratégia climática do Santander, que firmou o compromisso de atingir emissões líquidas zero até 2050. O Banco também apoia iniciativas sustentáveis próprias e de seus clientes: só em 2022, mais de R$ 32 bilhões em negócios sustentáveis ​​foram viabilizados pela organização no Brasil.

Divulgação

“É com grande satisfação que anuncio este projeto com o Santander Brasil, que viabiliza investimentos do setor privado em energia renovável, reduz a emissão de carbono e a poluição do ar e apoia com capacidade adicional de geração de energia renovável no Brasil. Esta operação do EIB Global, o braço do EIB criado em 2022 para atividades fora da União Europeia, contribui para o nosso compromisso global com o clima e o apoio ao combate às mudanças climáticas no Brasil durante as últimas três décadas”, disse Ricardo Mourinho Félix, vice-presidente do BEI.

Para a comissária de Parcerias Internacionais da Comissão Europeia, Jutta Urpilainen, “este projeto terá um impacto positivo significativo para as famílias e pequenas empresas brasileiras. Por meio da Agenda Global Gateway Investment da UE-América Latina e Caribe, estamos comprometidos em trabalhar juntos para promover o investimento verde e digital justo e também a ajudar a alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.”

“Essa parceria com o EIB vai contribuir para que possamos seguir avançando rumo a uma economia cada vez mais verde e preparada para enfrentar os desafios do futuro. Em um país grande e ensolarado como o Brasil, a geração de energia solar pode ter um papel fundamental na nossa matriz energética. Agora, com estes recursos, conseguiremos apoiar milhares de pessoas e pequenas empresas a terem acesso à energia solar, gerando energia limpa e economia para famílias de todo o país” disse Carlos Rey de Vicente, head Regional do Santander para a América do Sul.

Site oficial: https://www.santander.com.br

Imprensa

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5262 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!