Skyglass Canela se torna mais sustentável com ampliação do sistema da Estação de Tratamento de Efluentes

softelec

Imagem: Divulgação

Publicidade
Publicidade
CITER 2024 Piauí

O Skyglass Canela, primeira plataforma estaiada de aço e vidro da América Latina e uma das maiores do mundo, se torna ainda mais sustentável com o aprimoramento de sua Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), elaborado pela McLeod Ferreira, empresa referência em tratamento de efluentes no Brasil. Desde o início de 2022 o projeto recebeu um complemento no processo, titulado “sistema terciário”, que garante um efetivo tratamento final do efluente.

“Nós tratamos os efluentes de maneira excepcional, acima do exigido. Desde o projeto inicial, o Skyglass Canela foi concebido de forma a proteger o meio ambiente. Conscientes da escassez dos recursos hídricos na região, conseguimos produzir o melhor em tratamento de efluentes e reutilizar esse recurso de forma sustentável. Assim, nos posicionamos como referência de como atuar, dentro de uma Área de Proteção Permanente (APP), respeitando a natureza e seus recursos naturais”, comenta Alex Bonareti, diretor geral do Skyglass Canela.

A ETE tem um processo completo de desinfecção e limpeza que chega a um produto final inerte classificado como água de reúso que, devido à sua pureza e alta qualidade, pode ser utilizada para aplicações como, por exemplo, regar flores e jardins, lavar pátios e logradouros internos e até mesmo nos vasos sanitários em banheiros. 

O sistema de tratamento é do tipo aeração acelerada com lodos ativados, processo aeróbio de alto rendimento. O procedimento funciona diariamente, de forma progressiva, de carga variável, operando de acordo com o número de visitantes. 

O processo conta com fases como a aeração, seguida pela decantação; equalização, desinfecção e recalque; tratamento terciário, cloração e armazenamento da água, recirculação e digestão do lodo e descarte.

A digestão aerada gera um lodo inerte, sem odor, que após secagem pode ser usado na recuperação de áreas degradadas, evitando o custo e o problema de despejo de lodos não tratados. Com isso, os sólidos são encaminhados para aterro legalizado.

O diferencial desse serviço é que o aeróbio não produz gases nocivos como metano ou CO2 aquecido (quando da queima deste), atendendo ao Protocolo de Kyoto e não contribuindo para o aquecimento global, principal responsável pelas mudanças climáticas. Também não produz SOX e NOX, componentes da chuva ácida.

A McLeod Ferreira também aderiu à Produção Mais Limpa (P+L) e tem a preocupação de utilizar equipamentos totalmente recicláveis, podendo reutilizá-los em outros sistemas, caso venha a se disponibilizar.

Sobre o Skyglass Canela 

Distante apenas 14 km do centro do município de Canela (RS), no Vale da Ferradura e na rota de tradicionais parques ambientais da região, o Skyglass Canela apresenta uma vista privilegiada da imponente Serra Gaúcha. Uma experiência memorável que pode ser realizada de duas formas. O visitante pode caminhar por cima do vidro e admirar uma vista inesquecível ou, para quem ama adrenalina e aventura, o espaço oferece a experiência do “Abusado”, um passeio de monotrilho suspenso com 10 lugares a 360 metros de altura sobre o nível do Rio Caí. Além da dupla contemplação, o espaço conta ainda com um Memorial do Ferro de Passar (museu), lojas, praça de alimentação, playground, áreas verdes e deck, para curtir o melhor pôr do sol da Serra Gaúcha.

Conheça mais sobre o atrativo no site www.skyglasscanela.com.br e nas redes sociais (Instagram e Facebook): @skyglasscanela.

Crédito:
Imprensa | Skyglass Canela

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5109 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!