Mobilidade elétrica ganha relevância no debate sobre mudanças climáticas

softelec
COP28 - Conferência da ONU sobre Mudança do Clima
COP28 - Conferência da ONU sobre Mudança do Clima

Imagem: Divulgação | Tupinambá Energia, plataforma de recarga de veículos elétricos, realizando a operação das redes Shell Recharge, entre outras, contribui em três anos para a neutralização mais de 1.500 toneladas de CO2 não lançados na atmosfera 

PRÊMIO INTERNACIONAL 2023

PRÊMIO INTERNACIONAL 2023

Ambiental Mercantil recebe prêmio de sustentabilidade ambiental 2023 pela renomada Build Magazine da Inglaterra

Dezembro de 2023 – No momento em o aquecimento global chegou a um nível tão alarmante, tanto o Brasil com recordes na temperatura, volume de chuvas e seca, quanto o mundo, líderes mundiais firmam compromissos para mitigar as alterações climáticas, durante a 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP28, em Dubai.

Dados do Relatório sobre a Lacuna de Emissões 2023, divulgado recentemente pelas Organizações das Nações Unidas (ONU) apontam, que as emissões globais aumentaram 1,2% de 2021 a 2022, atingindo um novo recorde de 57,4 Gigatoneladas de Dióxido de Carbono Equivalente.

Diante desse cenário, a busca por soluções para reduzir as emissões de gases de efeito estufa nunca foi tão urgente. Em apoio a agenda do clima, a mobilidade elétrica avança na vanguarda para reduzir o impacto gerado ao meio ambiente. Considerada uma atividade intensiva na emissão de gases de efeito estufa (GEE), o transporte responde por cerca de 20% das emissões globais de CO2, que é um dos principais gases causadores do efeito estufa.

Entretanto, em função de ações que vêm sendo conduzidas na mobilidade elétrica, o mundo poderá caminhar para um futuro com zero emissões. A Tupinambá Energia, empresa de soluções inteligentes para veículos elétricos, já está fazendo sua parte.

“Com a melhor tecnologia de gestão de recarga (cpms) e o melhor app para o motorista (emsp), oferecemos uma experiência de alto nível para nossos clientes. Nos últimos três anos, mais de 60 mil recargas já foram feitas na rede da Tupinambá, totalizando mais de 1,3 Gigawatt-hora (GWh), que representam mais de 1.500 toneladas de CO_2 não lançados na atmosfera e 7 milhões de quilômetros rodados sem emissão de poluentes ou gases geradores do efeito estufa. Para neutralizar todo esse carbono, seria necessário plantar quase 70 mil árvores. Números impressionantes que só foram alcançados graças ao volume de usuários da rede: já são mais de 10 mil usuários ativos no app Tupinambá, aproximadamente 25% do total de carros elétricos e híbridos /plugin/ rodando no Brasil hoje”, afirma o CEO, Davi Bertoncello.

Mercado em expansão

Os veículos elétricos já fazem parte da vida dos brasileiros, impulsionando o crescimento do setor que ajuda o meio ambiente e também a economia, gerando empregos e muitas possibilidades de negócios.

De janeiro a outubro, o mercado brasileiro emplacou 67.047 veículos eletrificados leves (HEV+PHEV+BEV), um aumento de 73% sobre o mesmo período de 2022 (38.663) e de 36% sobre as vendas totais do ano passado (49.245), segundo dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico – ABVE. O Brasil já se aproxima dos 200 mil veículos eletrificados leves em circulação, desde o início da série histórica da ABVE (2012). Em outubro, chegou a 193.486.

A Tupinambá, por meio da sua plataforma de gestão de energia para recarga de veículos, observa desde setembro de 2022, um crescimento de 300% em consumo de energia limpa e certificada pelas frotas brasileiras.

Site oficial: https://tupinambaenergia.com.br

Imprensa

Temas Relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 4814 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!