Energy Starter: EDP busca startups para desenvolver soluções relacionadas a energias renováveis e hidrogênio verde

softelec
Foto: EDP - O hidrogênio verde, uma tecnologia em crescimento exponencial, faz parte da estratégia da EDP.
Foto: EDP - O hidrogênio verde, uma tecnologia em crescimento exponencial, faz parte da estratégia da EDP.

Imagem: Divulgação | As inscrições para o programa global de inovação estão abertas até 28/01 para startups e scaleups de todo o mundo; as selecionadas participarão de um bootcamp em Singapura em abril

PRÊMIO INTERNACIONAL 2023

PRÊMIO INTERNACIONAL 2023

Ambiental Mercantil recebe prêmio de sustentabilidade ambiental 2023 pela renomada Build Magazine da Inglaterra

Janeiro de 2024Startups e scaleups (empresas tecnológicas de rápido crescimento) com projetos disruptivos voltados para as energias renováveis e hidrogênio verde podem se inscrever na 8ª edição do Energy Starter, um programa global de inovação aberta da EDP para acelerar o desenvolvimento e implementação de soluções para a transição energética. As inscrições podem ser feitas pelo site do programa, até 28 de janeiro, por empresas do mundo todo.

Após o processo de avaliação, que inclui um pitch online, as empresas selecionadas participarão de um bootcamp e um open day, em Singapura, previstos para acontecer em abril, onde irão apresentar suas soluções a vários especialistas da EDP, de diferentes unidades de negócio e mercados, com o objetivo de acelerar o desenvolvimento em conjunto de projetos-piloto e parcerias. Além do desenvolvimento do projeto e potencial contrato com a EDP, as melhores soluções terão a oportunidade de entrar para o pipeline da EDP Ventures, veículo de investimento em startups, podendo ser uma das futuras investidas.

O Energy Starter faz parte das ações da EDP para contribuir a alcançar as metas de expansão de energias renováveis e acelerar a sua implementação por meio da inovação.

A EDP é líder global em renováveis, com mais de 25 GW instalados, e tem a ambição de duplicar essa capacidade até 2030. O hidrogênio verde, uma tecnologia em crescimento exponencial, também é uma área importante para a Companhia e faz parte da estratégia da EDP de investir em projetos que garantam mais 1,5 GW de capacidade até 2030.

No Brasil, a EDP foi pioneira com a geração da primeira molécula de hidrogênio verde da América Latina em dezembro de 2022. Em 2023, a empresa anunciou a assinatura de um Memorando de Entendimento (MoU) com a ArcelorMittal Tubarão para avaliar a viabilidade técnica e econômica de uma planta-piloto para a produção e uso de hidrogênio verde no processo de fabricação do aço.

Nas últimas sete edições do programa, a EDP selecionou 192 startups de 27 países, desenvolvendo em conjunto 75 projetos-piloto, 28 implementações comerciais e 15 investimentos de capital de risco, que já começaram a remodelar o cenário energético. Estes projetos que representaram um total recorde de €24 milhões em acordos, refletem os esforços da EDP na promoção da inovação, por meio de colaborações estratégicas, além de reafirmarem o compromisso da empresa no desenvolvimento de tecnologias sustentáveis que possibilitam um futuro energético mais sustentável e eficiente.

No Brasil, além dos projetos, três das startups investidas pela EDP Ventures participaram do programa, o que reforça a importância desse primeiro contato com a EDP por meio dos programas globais de inovação da empresa.

Dividido em três módulos, o Energy Starter aborda três áreas-chave para a transição energética:

  • O primeiro foi dedicado às redes elétricas do futuro e terminou com um bootcamp em Santander, Espanha, em dezembro de 2023.
  • A segunda fase do programa é esta, com inscrições abertas atualmente, buscando soluções para energias renováveis e hidrogênio verde.
  • A edição de 2023-2024 será encerrada com um último módulo voltado à mobilidade e iniciativas para clientes, com foco no desenvolvimento de soluções que apoiem os consumidores no seu caminho de descarbonização, facilitem a transição global para a mobilidade elétrica e impulsionem a criação de soluções de geração distribuída.

Para mais informações, acesse o site do Energy Starter: https://theenergystarter.com

Sobre a EDP no Brasil

O Grupo EDP atua em quatro hubs estratégicos – Europa, Latam, North America e APAC – e está presente no Brasil há mais de 27 anos. Suas empresas, EDP Brasil e EDP Renováveis Brasil, possuem R$ 41 bilhões em ativos no país, caracterizando essa como a segunda maior operação do Grupo. A empresa conta com mais de 12 mil colaboradores diretos e terceirizados no Brasil e atua nos segmentos de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia, além de desenvolvimento, construção e manutenção de ativos eólicos, solares e hidrogênio verde.

A EDP oferece ainda soluções de energia voltadas ao mercado B2B, como geração solar distribuída, mobilidade elétrica e venda de energia no mercado livre. Em Distribuição atende cerca de 3,8 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo.

Em 2023, foi eleita pelo quarto ano consecutivo a empresa mais inovadora do setor elétrico pelo ranking Valor Inovação, do jornal Valor Econômico, e é referência em ESG, ocupando, em 2021 e 2022, o primeiro lugar do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3, no qual permaneceu por 17 anos

Site oficial: https://theenergystarter.com

Imprensa

Se interessa pelo tema Hidrogênio Verde? Então acompanhe as publicações do nosso colunista:

Frederico Freitas é Engenheiro Eletricista, PMP® PMI® (USA) e PM4R® pelo BID, e escreve periodicamente como colunista para o canal AMBIENTAL MERCANTIL.
Frederico Freitas é Engenheiro Eletricista, PMP® PMI® (USA) e PM4R® pelo BID, e escreve periodicamente como colunista para o canal AMBIENTAL MERCANTIL.
ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 4812 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!