Debate sobre Infraestrutura Urbana, Mitigação Climática e Aquecimento Global é apresentado no Fórum Internacional Waste Brasil 2023

softelec
7o. Fórum Internacional FWE | Waste Expo Brasil 2023 - Palestrantes e Painelistas, curadora Dra. Luciana Figueras
7o. Fórum Internacional FWE | Waste Expo Brasil 2023 - Palestrantes e Painelistas, curadora Dra. Luciana Figueras

Imagem: Divulgação | Redação por Adson Dutra, Edição Simone Horvatin, em colaboração para Ambiental Mercantil Notícias

Publicidade
Publicidade
CITER 2024 Piauí

Outubro de 2023 – O primeiro dia (03/10) do Fórum Internacional Waste Brasil da Waste Expo Brasil 2023, reuniu especialistas, acadêmicos e técnicos do setor ambiental para discutir melhorias na estruturação de questões ambientais cruciais. O tema central, “A Estruturação do Saneamento, Gestão Urbana de Resíduos e Reciclagem no Brasil como Ferramentas para Mitigação Climática Nacional e Enfrentamento do Aquecimento Global”, proporcionou debates acalorados entre especialistas de diversas áreas ambientais.

O painel foi idealizado e mediado pela Dra. Luciana Figueras, Advogada e Cientista Política, especialista em Gestão Executiva em Meio Ambiente pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), e atualmente Mestranda em Desenvolvimento e Planejamento Territorial pela PUC Goiás (Pontifícia Universidade Católica).

Dra. Luciana Figueras também escreve como Colunista da Ambiental Mercantil, Reciclagem por quem faz.

A Dra. Figueras destacou a importância de abordar a interconexão entre as infraestruturas urbanas do Brasil, abrangendo desde o saneamento básico até o gerenciamento de resíduos sólidos e a própria reciclagem. Ela explicou como a escassez de infraestrutura urbana no país influencia diretamente as questões climáticas.

Grandes nomes da indústria marcaram presença, como a Braskem, que discutiu a reciclagem de plástico, a Ball, focada em reciclagem de metais, a Massfix, especializada em vidros reciclados, e a Industria Fox, que apresentou soluções para a reciclagem de eletrônicos. Todo o conhecimento compartilhado pelas empresas e especialistas durante o debate será compilado em um relatório a ser entregue ao Banco BNDES, com o objetivo de criar um fundo climático direcionado às infraestruturas brasileiras que demandam investimentos e soluções.

Divulgação
Divulgação

Um dos momentos marcantes da sessão foi a participação das catadoras de materiais recicláveis, Denilda Aguiar, Érica Santos e Jessica Doumit.

Elas enfatizaram o valor do trabalho que desempenham na coleta, separação e recuperação de resíduos sólidos. A especialista em gestão ambiental ressaltou que as mulheres envolvidas na coleta representam mais de 70% da força de trabalho. Elas enfrentam condições precárias nos lixões a céu aberto e desempenham um papel crucial ao reintroduzir esses resíduos como insumos na cadeia produtiva.

“Áreas de lixões a céu aberto são focos de vulnerabilidade socioambiental, e é imperativo mobilizar recursos para encerrar esses locais de forma humanizada. Isso inclui não apenas as pessoas que ali vivem, mas também a promoção de inclusão socioeconômica, acesso à moradia, geração de empregos e renda, beneficiando as famílias que residem em comunidades de risco e garantindo o acesso ao saneamento básico. Todas essas ações de adaptação climática podem ser impulsionadas por meio de fundos climáticos que promovam avanços significativos”, explica Luciana Figueras.

E por fim Figueras avaliou o sucesso que o painel de discussão trouxe para todos os envolvidos da academia e grandes indústrias.

“As pessoas que estavam ali conseguiram entender o que a questão da infraestrutura urbana conversa, com a pauta climática e todos os retornos que tenho recebido são muito positivos, que de certa forma é um termômetro pois foi o primeiro de muitos que vamos seguir falando dessa pauta que é muito relevante para o nosso país, ” conclui a advogada e cientista política.

Divulgação
Divulgação



Tomra

Palestras e tópicos abordados

  • “Como a Ausência Sanitária Adequada Afeta o Aquecimento Global, Dificulta a Adaptação e a Resiliência da População”
    Dr. Leandro Mello Frota, Mestre em Ciência Política e Direito Ambiental
    Flávio Ribeiro, Especialista em Análise Pluridisciplinar do Estado do Mundo, Especialista em Gestão e Tecnologias Ambientais, Mestre em Energia e Doutor em Ciências Ambientais
  • “As Mudanças Climáticas Podem Agravar os Desafios Existentes na Gestão dos Resíduos”
    Carlos Henrique Rossin, Diretor de Relações Institucionais e ESG na ABREMA
    José Valverde, Especialista em Políticas Públicas Ambientais
    Tassio Cipriano, Advogado em direito ambiental
  • “O Impacto da Reciclagem na Descarbonização”
    Estevão Braga, Diretor de Sustentabilidade da Ball Embalagens
    Fabiana Quiroga, Diretora de Economia Circular para América do Sul na Braskem
    Juliana Schnunk, Diretora na Massfix
    Marcelo Souza, CEO na Industria Fox
Foto: Telines Basílio, Presidente do Conatrec
Divulgação
  • “O Encerramento dos Lixões como Ferramenta de Mitigação Climática”
    Telines Basílio (Presidente na CONATREC)
    Renilda Aguiar (Catadora Independente – Conteúba Interior da Bahia)
    Erika Aguiar (Presidente da Cooperativa Eco Guarulhos e a Rede ACRAT, Diretora Socio Ambiental da ASSINCON – Associação de Condomínio da Cidade)
    Ana Tereza Marques Parente, Advogada e Professora, Integrante das Comissões de Recursos Hídricos e Saneamento do Instituto dos Advogados do Brasil (IAB)
  • “Novas Tecnologias e Investimentos em Prol da Reciclagem no Brasil”
    Jessica Doumit, Diretora Presidente no Instituto Giro
    Francisco de Sollberger Pacca, Sócio e CEO da REC +
    Luis Otavio Reiff, Departamento de Estratégia Social e Territorial no BNDES
  • “Planejamento Urbano e Planos Diretores Municipais: Aspectos Acadêmicos e Econômicos X Estruturação Urbana X Interesses Ambientais e do Clima”
    Antonio Pasqualeto, Professor titular da Pontifícia Universidade Católica de Goiás PUC Goiás e coordenador do curso de Engenharia Ambiental, Coordenador da área de meio ambiente do Instituto Federal de educação ciência e Tecnologia de Goiás- IFGoi- ás. Consultor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI Goiás.

Sobre o Fórum Internacional Waste Brasil | FWB

O Fórum Internacional Waste Brasil acontece todos os anos, desde 2016, paralelamente a feira Waste Expo Brasil. Em sua sétima edição, o Fórum ofereceu 14 painéis em 2023, durante os três dias de evento.

O próximo Fórum Internacional FWE já tem data: 1 a 3 de outubro de 2024.

Site oficial do evento: https://wasteexpo.com.br/index.php/pt/

Imprensa

Temas relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5121 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!