Energias do Futuro #8:“Como a energia solar está transformando a Agropecuária Brasileira

softelec
Thiago Bao Ribeiro é Advogado e colunista do canal AMBIENTAL MERCANTIL ENERGIAS, com publicações periódicas na sua coluna exclusiva ‘Energias do Futuro: Oportunidades e Desafios’.
Thiago Bao Ribeiro é Advogado e colunista do canal AMBIENTAL MERCANTIL ENERGIAS, com publicações periódicas na sua coluna exclusiva ‘Energias do Futuro: Oportunidades e Desafios’.

Imagem: Divulgação |  Por Thiago Bao Ribeiro, Advogado e sócio proprietário da Bao Ribeiro Advogados. Profissional de destaque no setor, é um apaixonado por inovação e energia renovável e colunista do editorial AMBIENTAL MERCANTIL ENERGIAS

Publicidade
Publicidade
Equipamentos - STADLER GmbH

Fevereiro de 2024 – No Brasil, a indústria agropecuária enfrenta desafios significativos relacionados ao alto custo energético, especialmente considerando o clima quente do país e as necessidades específicas no manejo de animais. A refrigeração dos locais de confinamento, essencial para promover o bem-estar de suínos, bovinos e aves, representa um dos principais gastos energéticos dessa indústria.

Diante desse cenário, uma revolução sustentável tem ganhado espaço: o investimento em energia solar.

Desafios energéticos na Agropecuária Brasileira

Empreendedores do setor agropecuário têm adotado os painéis solares como uma solução viável para suprir parte da demanda energética necessária para a ventilação dos galpões e o sistema de alimentação das aves. Este investimento transcende a simples redução de custos operacionais, promovendo práticas mais sustentáveis e alinhadas com a conservação ambiental.

No primeiro semestre de 2023, o setor do agronegócio viu um aumento de 34,8% na capacidade instalada de energia solar, atingindo 3,1 gigawatts (GW). Os produtores rurais estão trocando os geradores a diesel por energia solar da geração distribuída.

A energia solar distribuída oferece uma solução para fornecer eletricidade a regiões rurais ainda não atendidas pela rede elétrica ou que sofrem com o fornecimento instável e precário, substituindo os geradores a diesel, que são mais custosos e poluentes, pela dependência de produtores.

Benefícios da Energia Solar Distribuída

A tecnologia solar permite o monitoramento em tempo real da geração de energia, desde o nascer até o pôr do sol. O inversor, peça-chave nesse processo, é responsável por transformar a energia captada pelos painéis solares em energia utilizável, permitindo um gerenciamento eficiente e detalhado dos recursos. Informações cruciais, como a quantidade de energia gerada, são acessíveis, facilitando decisões estratégicas e o uso otimizado da energia.

Especialistas apontam que o uso de energia fotovoltaica pode gerar economias significativas, com a possibilidade de reduzir até 95% dos custos na conta de energia.

Essa vantagem é particularmente relevante em um contexto de crescentes tarifas elétricas, motivando consumidores a buscar alternativas mais econômicas e sustentáveis. O estado de Minas Gerais emerge como um líder nacional em geração de energia solar, destacando-se pelo número expressivo de sistemas instalados em seus municípios. A adoção da energia solar não apenas facilita a redução de custos, mas também capacita os produtores a investir em equipamentos mais modernos e eficientes, potencializando a modernização das operações agropecuárias.

Um chamado à ação para o setor Agropecuário

A transição para a energia solar na agropecuária brasileira representa uma mudança paradigmática em direção a uma fonte de energia mais acessível, renovável e amiga do ambiente. Os benefícios dessa mudança são inúmeros, abrangendo desde a redução de custos operacionais até a promoção de um desenvolvimento mais sustentável e responsável. Esta iniciativa não só alivia o fardo financeiro sobre os produtores, mas também contribui de maneira significativa para a conservação do meio ambiente, prometendo benefícios de longo prazo para o setor e para a sociedade como um todo.

Encorajamos todos os envolvidos no setor agropecuário a considerar a energia solar como uma solução viável e estratégica para os desafios energéticos.

A adoção dessa tecnologia não só viabiliza uma operação mais econômica e sustentável, mas também reforça o compromisso com o bem-estar animal e a preservação do nosso planeta. A energia solar é um investimento no futuro, tanto para os negócios quanto para o meio ambiente.

Juntos, podemos transformar a agropecuária em um setor ainda mais verde e eficiente.

Sobre o colunista

Adv. Thiago Bao Ribeiro
Adv. Thiago Bao Ribeiro

Thiago Bao Ribeiro é Advogado, sócio fundador da Bao Ribeiro Advogados. Possui com experiência em operações de fusão e aquisição de projetos de geração de energia renovável, assim como em questões regulatórias, concessões e leilões de energia incentivada. Atua em processos tributários representando empresas em assuntos envolvendo tributação municipal, estadual e federal. Tem experiência em governança corporativa e compliance, planejamento sucessório e patrimonial. Representa clientes em arbitragens nacionais em temas relativos à conflitos societários e de contratos de infraestrutura (LinkedIn).
Site: https://baoribeiro.com.br | Redes Sociais: LinkedIn | Instagram

Todas as publicações de Thiago Bao Ribeiro podem ser acessadas neste link exclusivo:

Informamos que os conteúdos publicados pelos nossos colunistas são observações e reflexões pessoais e independentes, elaborados através das suas próprias opiniões, experiências e visão de mundo. Por isso, os conteúdos publicados são de responsabilidade dos mesmos; não refletindo, necessariamente, a opinião da redação da Ambiental Mercantil.

Crédito:
AMBIENTAL MERCANTIL ENERGIAS | Por Thiago Bao Ribeiro, colunista e colaborador

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
Sobre Ambiental Mercantil Notícias 5026 Artigos
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!