Últimas notícias

Fraunhofer IGB participa de workshop sobre recursos renováveis

No próximo dia 09 de março ocorrerá, no Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE), o Workshop Valorization of Renewable Resources – Recent Advances and Prospects, A Brazilian-German Technology Alliance. O evento, organizado pela Universidade Tecnica de Munique (TUM), em parceria com o Instituto Fraunhofer de Engenharia de Interfaces e Biotecnologia IGB e com o próprio CTBE, visa discutir as principais tecnologias do Brasil e Alemanha na área de energias renováveis.

Em vista da crescente escassez mundial de recursos, o uso de matérias-primas renováveis, biogênicas e recicladas, para o desenvolvimento de processos e produtos sustentáveis em setores industriais como química e energia, tornou-se cada vez mais importante. Novos processos catalíticos, bem como processos de biotecnologia industrial desempenham um papel fundamental na execução desse objetivo.

Nesse sentido, o workshop reunirá membros da indústria, universidades e centros de pesquisa com interesse em catálise em todas as suas formas: enzimática, química e eletrocatálise, a fim de discutir e avaliar as possíveis cooperações com o Instituto BioCat do Fraunhofer IGB, com a TUM e com o CTBE. Para isso irá contar também com a participação de palestras do Instituto Fraunhofer para Engenharia de Processos e Embalagens – IVV, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita (UNESP) e das empresas Fibria, Nitro Química e Solvay.

As palestras serão divididas em três sessões: Biocatalytic processes, Chemo and electro-catalytic processes e finalmente Cooperation between Brazil and Germany.

Na primeira sessão, serão discutidas novas estratégias para a aplicação de biocatalisadores. Isso incluirá processos catalíticos combinados, reações em cascata de enzimas, novas enzimas e processos enzimáticos tolerantes. Nessa sessão, o Prof. Volker Sieber, diretor do departamento BioCat do Fraunhofer IGB e professor da TUM, realizará a palestra “Making the best of biomass – enzymatic and chemoenzymatic reaction routes for sustainable production of chemicals”.

Ainda pelo Fraunhofer IGB participarão a Dra. Luciana Vieira e Dr. Michael Richter, ambos do departamento Biocat do Instituto Fraunhofer IGB em Straubing.

Ideias e novos conceitos de eletroquímica e catálise, em particular, o desenvolvimento de materiais com atividade catalítica, rotas químicas para processamento de biomassa, química verde e produção de produtos químicos de importancia para a industria a partir de matéria renovável, será o foco da segunda sessão. Por fim, a terceira sessão será realizada pelo escritório regional da TUM, na qual Sören Metz abordará as principais oportunidades de financiamento em pesquisa, envolvendo as Agências de Financiamento Alemãs DAAD e DFG, bem como a EMBRAPII e Fapesp.

O evento é gratuito e todas as palestras serão realizadas em inglês.

Para mais informações e inscrições acessar o link: http://pages.cnpem.br/wectbe/

Sobre o IGB

Instituto Fraunhofer de Engenharia de Interfaces e Biotecnologia IGB é um dos 72 Institutos da Sociedade Fraunhofer na Alemanha. Sua divisão BioCAT (Bio, Electro, and Chemocatalysis), na cidade de Straubing, foca no desenvolvimento de novos catalisadores com atividade biológica (enzimas), química (catálise homogênea e heterogênea) e eletroquímica (electrocatálise), bem como na combinação de diferentes processos catalíticos para o desenvolvimento sustentável de produtos químicos de interesse industrial. Com base em substratos como biomassa, CO2 e resíduos industriais, todo o espectro de catálise é usado para desenvolver novos produtos químicos sustentáveis e eficientes em termos de recursos.

Sobre a TUM

A Universidade Técnica de Munique (TUM), fundada em 1868, está entre as melhores universidades da Europa. Oferece quase 150 cursos e tem cerca de 41 mil estudantes, dos quais 20% são estrangeiros. A TUM possui 14 faculdades, três centros integrados de pesquisa, seis institutos científicos centrais e aproximadamente 550 professoras e professores catedráticos. Na América Latina, a TUM mantém acordos de parceria com mais de 13 universidades dos países de língua hispânica e nove instituições no Brasil Desde 2012 mantem um escritório para América Latina no Centro Alemão de Ciência e Inovação com o objetivo de ampliar e fortalecer as cooperações da TUM com a região.

Sobre o CTBE

O Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) está localizado no CNPEM (Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais) em Campinas. Desenvolve pesquisa e inovação de nível internacional na área de biomassa voltada à produção de energia, em especial do etanol de cana-de-açúcar. Além disso, possui um ambiente singular para o escalonamento de tecnologias (Planta Piloto), visando à transferência de processos da bancada científica para o setor produtivo.

Com Informações: Fraunhofer IGB, TUM e CTBE

Fonte: Brazil Fraunhofer 

Views All Time
Views All Time
479
Views Today
Views Today
1