Ibema já arrecadou 160 toneladas de resíduos com projeto de reciclagem

softelec
Foto: Divulgação | Estação Preço de Fábrica
Foto: Divulgação | Estação Preço de Fábrica

Imagem: Divulgação | Contêiner da iniciativa Estação Preço de Fábrica em Embu das Artes (SP) recebe vidro, papelão, papel branco e papelcartão; valores pagos correspondem ao que é praticado pelo mercado

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Maio de 2023 – Inaugurado no segundo semestre de 2022, o contêiner do projeto Estação Preço de Fábrica Recicla Embu instalado em frente à sede da Ibema em Embu das Artes, na Grande São Paulo, já está dando bons resultados.

Agora, é possível entregar vidro, papelão, papel branco e papelcartão para reciclagem. O próprio contêiner é feito de primordialmente de material reciclável.

Sobretudo tal iniciativa foi desenvolvida pela startup Green Mining em parceria com a Ibema e o Grupo Boticário, além de contar com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, da Prefeitura de Embu das Artes, do Consórcio Intermunicipal da Região Sudoeste da Grande São Paulo (CONISUD) e da Associação Comercial Industrial e Serviços de Embu das Artes (ACISE).

Segundo Patricia Vieira, Compradora Sênior na Ibema, catadores de recicláveis, comerciantes e cidadãos em geral podem participar do projeto. “Os resíduos são pesados e comprados por valores justos, similares aos praticados atualmente pelo mercado. Para aqueles que vivem da reciclagem, é um ganho de renda significativo”, aponta.

“Fomos pioneiros num projeto nesse sentido, já que a Ibema foi a primeira indústria de papelcartão a ter o contêiner dentro da fábrica para adquirir produtos para reciclagem. A iniciativa também reforça nosso compromisso com a sustentabilidade e com a própria sociedade. Além de preservar o meio ambiente, queremos impulsionar a geração de renda por meio de ações de economia circular. Não à toa, nosso lema é ’embalar o futuro'”, comenta Patricia.

Desta forma entre outubro de 2022 e fevereiro de 2023, o contêiner da fábrica de Embu das Artes recebeu 4,2 mil entregas.

No total, foram cerca de 160 toneladas de materiais coletados: 57,7 toneladas de papelão, 5,7 toneladas de papel branco, 615 quilos de cartolina e 96 toneladas de vidro.

De formar geral, o papelcartão que antes seria descartado de forma incorreta e poluiria o meio ambiente, agora é reutilizado e transformado em novas embalagens.

Um exemplo como resultado é o papel Ibema Ritagli, que possui 55% de sua mistura composta por fibras recicladas: sendo 35% vindas de pós-consumo e os 20% restantes de material pós-industrial, o que lhe garante o rótulo de opção mais sustentável do mercado. 

Segundo o gerente de Marketing e Estratégia da Ibema, o diferencial que está sendo construído com o Ritagli é o de justamente ir ao encontro e anseios dos compromissos de ESG definidos pelas grandes indústrias.

“Não é só logística reversa, pois vamos além! Me dá sua embalagem e me deixe transforma-la em papelcartão, que você poderá usá-lo em uma nova embalagem.”

Imprensa

Temas Relacionados

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
About Ambiental Mercantil Notícias 5395 Articles
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!