Com condomínios sustentáveis, MPD Engenharia reduz impacto ambiental no setor da construção civil

softelec
A MPD Engenharia investe em desenvolvimento tecnológico e boas práticas construtivas, sem deixar de lado as responsabilidades social e ambiental.
A MPD Engenharia investe em desenvolvimento tecnológico e boas práticas construtivas, sem deixar de lado as responsabilidades social e ambiental.

Imagem: Divulgação | Construtora que já possui algumas certificações, como a EDGE, cada vez mais, visa adicionar edifícios verdes em seu portifólio

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Junho de 2023 – A MPD Engenharia, empresa que atua há mais de 40 anos no setor da construção civil, reforça seu compromisso contínuo com a sustentabilidade durante o mês em que o tema ficou em evidência, por conta da Semana Meio Ambiente. O setor é responsável pela emissão dos chamados “resíduos cinza”, que registrou um aumento e 35% na última década, chegando a 213,5 kg por habitante, por ano, em 20191. Na contramão a esse cenário, visando reduzir seu impacto na sociedade, a construtora adota, cada vez mais, práticas ambientalmente responsáveis em seus empreendimentos, chegando a receber reconhecimento e certificações como a EDGE (Excellence in Design for Greater Efficiencies) que, com base em uma análise de dados e tecnologia inteligente, comprova a boa gestão de energia, água e materiais em suas entregas.

Pioneira na grande São Paulo pela busca de certificações e conquista EDGE, o Verve Pinheiros marcou a chegada da incorporação, trazendo excelência e alto padrão prevendo em seu projeto economia de 21% de energia e 32% de água, além de uma redução de 46% no que refere à energia incorporada nos materiais. Para parte significativa de seus projetos, a MPD reforça o compromisso da construtora com o meio ambiente, visando transformar a indústria da construção civil e cultura da sociedade em direção à sustentabilidade.

“Além dos canteiros sustentáveis de obras, as ações se estendem também às especificações dos projetos de incorporação. Essas construções verdes visam garantir o equilíbrio entre desenvolvimento econômico, impactos socioambientais e uso de recursos naturais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e bem-estar das gerações presente e futuras”, pontua Januário Soares Dolores, vice-presidente de Operações da MPD Engenharia. 

Recentemente, um dos empreendimentos da companhia, o Myrá – residencial de luxo da empresa em Alphaville, Barueri, recebeu o Certificado GBC Condomínio (Green Building Council), principal selo do setor que certifica condomínios que cumprem e atendem rígidos critérios de práticas sustentáveis, ambientais e energéticas.

Para se obter esta certificação, as categorias levadas em consideração pelo GBC Brasil são a implantação no local – como o empreendimento influencia positivamente o entorno, consumos de energia, água, materiais de baixo impacto ambiental, a qualidade interna do ar, os requisitos sociais, uso de inovação e de créditos de prioridade regional.

No caso do Myrá, por exemplo, houve 20,67% de redução de energia comparada a um prédio que já segue a norma de eficiência energética do PBE Edifica, etiqueta que tem a função de determinar o nível de eficiência energética de um edifício, desenvolvida em parceria entre o INMETRO e a Eletrobras/Procel Edifica. No quesito ambiental, o mesmo empreendimento desviou de aterros sanitários 91,12% dos resíduos gerados e 50% de toda madeira instalada é certificada pelo FSC (Forest Stewardship Council).

Desenvolvimento contínuo: há 3 anos foi instaurado internamente um comitê específico para questões voltadas ao ESG, com o objetivo de melhorar ainda mais a atuação nesse aspecto, a fim de contribuir de maneira mais abrangente e direta e indiretamente nas construções, ou por meio de novas ações. A partir disso, a metodologia BIM (do inglês Building Information Modeling) foi adotada pela empresa para otimizar o processo de construção, permitindo maior eficiência energética, redução de resíduos e melhor planejamento de recursos. Essa técnica permite a integração de informações sobre materiais sustentáveis e práticas construtivas ecoeficientes, ao facilitar a escolha de soluções mais sustentáveis e a reduzir o desperdício de materiais durante a construção.

A construtora ainda adquire blocos de concreto de empresas que já são responsáveis pelo recolhimento dos resíduos (logística reversa) ou transformam em agregados para utilização em outras atividades do próprio canteiro. Dessa forma, é possível fazer com que os materiais entrem no ciclo de reutilização. O mesmo ocorre com a sacaria de cimentos, cal e argamassa utilizadas nas obras junto a startup Recigreen (pode trazer mais dados do post realizado), evitando com que fiquem expostas ao meio ambiente, bem como madeiras, que são destinadas às empresas de reciclagem.

Segundo Caroline Machado de Abreu, gerente de Inovação, Qualidade e Meio Ambiente da MPD Engenharia cada vez mais vemos a mobilização da sociedade nas questões ambientais, e para nós na MPD estamos atuando trazendo práticas tanto durante a fase de construção como para operação dos empreendimentos. “Muitas vezes, uma construção sustentável gerará resultados que impactam diretamente o morador, como economia financeira consequente do uso mais eficiente de água e energia. É possível também identificar resultados de conforto, bem-estar e saúde com a implementação de um paisagismo que se adapte ao clima local ou uma arquitetura que valorize a utilização de recursos naturais como ventilação e iluminação”, destaca.

Para atingir uma maior eficiência energética nos empreendimentos da construtora, foram adotadas iluminação com led para áreas comuns e sistemas de aquecimento solar de água. Em relação à eficiência deste recurso, são utilizados arejadores (redutores de vazão) nos metais sanitários das áreas comuns, unidades residenciais, comerciais e corporativas. Além disso, o reuso pluvial para irrigação dos jardins com sistema automático contribui para essa economia. Os empreendimentos apresentam uma central de recepção de lixo com espaço para armazenamento de recicláveis proveniente de coleta seletiva.

Para fomentar o tema interna e externamente, sinalizando o compromisso da companhia com o tema ESG, “A empresa sempre guiou sua atuação a partir de princípios que promovam a transformação social com ações consistentes de voluntariado empresarial e por meio de projetos ecoeficientes. Entendemos que o importante não é só crescer, mas crescer de modo responsável, seguro, e gerando o menor impacto possível. Dessa forma é possível melhorar a eficiência e garantir um futuro mais sustentável para o setor”, finaliza o Dolores.

Sobre a MPD Engenharia

A MPD atua há quatro décadas na construção de indústrias, hospitais, universidades, galpões de logísticas, shopping centers e na construção e incorporação de apartamentos e escritórios de médio e alto padrão, sempre prezando pela qualidade de acabamento, responsabilidade socioambiental e respeito pelos clientes e colaboradores.

Para a construtora e incorporadora, seus colaboradores são seu principal pilar, sendo primordiais para que alcance seus objetivos de negócio. A empresa já foi reconhecida nove vezes pela constante valorização de sua equipe, sendo duas vezes com o prêmio Lugares Incríveis para Trabalhar (FIA e UOL) e sete vezes como uma das Melhores Empresas para Você Trabalhar da (Você S.A.).

Além disso, a companhia é vencedora do Prêmio Valor Carreira, por duas vezes, como uma das Melhores Empresas na Gestão de Pessoas; e garantiu o 1º lugar do prêmio “Engenharia e Construção 2022”.

A MPD Engenharia investe em desenvolvimento tecnológico e boas práticas construtivas, sem deixar de lado as responsabilidades social e ambiental. Por meio do Instituto MPD, braço de responsabilidade social e organização sem fins lucrativos, desenvolve programas focados em gerar impactos positivos e transformar vidas por meio de ações consistentes e campanhas solidárias.

Site oficial: https://www.mpd.com.br

Imprensa

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
About Ambiental Mercantil Notícias 5375 Articles
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!