Air Products é referência em segurança e sustentabilidade na indústria de gases

softelec
A Air Products quer reduzir a pegada carbono e ajudar seus clientes por meio de aplicações de novas tecnologias voltadas a eficiência energética, captura, sequestro, armazenamento e conversão de carbono a produtos comerciais e aumento no uso de hidrogênio azul e verde.
A Air Products quer reduzir a pegada carbono e ajudar seus clientes por meio de aplicações de novas tecnologias voltadas a eficiência energética, captura, sequestro, armazenamento e conversão de carbono a produtos comerciais e aumento no uso de hidrogênio azul e verde.

Imagem: Divulgação | Uma das maiores empresas do setor, tem como meta a redução de 30% de sua pegada de carbono até 2030 e vem investindo cada vez mais em tecnologias para descarbonização e no hidrogênio como alternativas sustentáveis

Publicidade
Publicidade
AMBIENTAL MERCANTIL

Junho de 2023 – Com foco em energia, meio ambiente e novos mercados, a Air Products fornece gases e equipamentos para aplicações em diversas indústrias, como refinaria, química, metais, eletrônicos, manufatura, alimentos e bebidas e acompanha ativamente as novas tecnologias, em parceria com os colaboradores internos e externos, para oferecer, todos os anos, um serviço personalizado e de alta qualidade nos mercados em que atua.

Sustentabilidade 

O mundo está vivendo um momento de alinhamento de estratégias rumo a um objetivo comum: a descarbonização.  A missão, portanto, é reduzir, o quanto antes, a emissão dos gases de efeito estufa na atmosfera como, por exemplo, o gás carbônico (CO2) e o metano (CH4), dada a iminência do aquecimento global. Isso passa pela mudança de matriz energética nos setores de energia, indústria e mobilidade. 

Essa transição energética a fontes menos intensivas em carbono é um processo iniciado e irreversível e tal conversão requer um trajeto a ser trilhado nos próximos 30 anos. Por isso, um dos focos da Air Products é reduzir sua pegada carbono e ajudar os seus clientes no mesmo processo, por meio de aplicações de novas tecnologias voltadas a eficiência energética, captura, sequestro, armazenamento e conversão de carbono a produtos comerciais e aumento no uso de hidrogênio azul e verde. Essas tecnologias terão um papel relevante nessa transição e serão essenciais para contribuírem na redução da emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa. 

A empresa está, portanto, alinhada com o objetivo mundial de descarbonização, tendo estabelecido a meta “1/3 até 2030” para reduzir as próprias emissões.

Pedro Batista, gerente de Desenvolvimento de Negócios Não Convencionais da Air Products

“Em 2021, as emissões de dióxido de carbono (CO2) evitadas pelos clientes da Air Products totalizaram 82 milhões de toneladas métricas. Compartilhamos as preocupações da sociedade sobre os impactos das mudanças no meio ambiente. Por isso temos anunciado projetos e nossa intenção de crescer em toda a cadeia do hidrogênio e nos comprometemos com a sustentabilidade como um dos nossos pilares”, diz Pedro Batista, gerente de Desenvolvimento de Negócios Não Convencionais da Air Products.

O hidrogênio azul (com captura do CO2 gerado) já vem sendo utilizado em grande escala em indústrias para algumas aplicações e como fonte energética. Nesse processo, a Air Products atua com a captura, o sequestro, o armazenamento e a conversão de carbono (CCSU), bem como na produção e distribuição do hidrogênio, inclusive com projetos do estágio mais “avançado” dessa corrida energética. O hidrogênio verde, produzido a partir da eletrólise da água com energia limpa como, por exemplo, a solar, a hidrelétrica, a eólica ou uma combinação de todas essas, é uma alternativa viável e que gera um impacto ambiental ainda menor. Afinal, ao ser transformado em energia pela combustão, não emite gases de efeito estufa, gerando apenas vapor d´água.

Hidrogênio como alternativa para a transição energética 

Muitas indústrias têm se comprometido com novos processos para operar de forma limpa e sustentável. Como transportador de energia, o hidrogênio oferece muitas vantagens em relação às demais alternativas, principalmente quando usado em uma célula de combustível. A economia do hidrogênio se refere a um sistema para sua produção, armazenamento, distribuição e utilização como vetor energético. Ele tem sido apontado como o principal caminho para os países comprometidos com acordos de combate às mudanças climáticas.

A Air Products tem experiência de mais de 60 anos em hidrogênio e um extenso portfólio de patentes em tecnologia de distribuição. Opera em torno de 100 plantas do gás mundialmente, produzindo aproximadamente sete milhões de quilos por dia e está envolvida em cerca de 250 projetos de abastecimento de hidrogênio, em mais de 20 países em todo o mundo.

Além disso, executa no momento um dos maiores projetos globais de hidrogênio verde, na Arábia Saudita, onde a produção diária será de 650 toneladas de hidrogênio verde e sua capacidade instalada de energia elétrica em torno de quatro giga watts (GW). O objetivo é oferecer hidrogênio verde sem carbono para abastecer ônibus e caminhões em todo o mundo até 2026, eliminando três milhões de toneladas por ano de emissões de CO2, o equivalente a emissões de mais de 700 mil carros.

Projetos com hidrogênio azul também estão em implantação no Canadá e nos EUA e visam a apoiar a transição mundial para energia com baixa emissão de carbono. As tecnologias da empresa são usadas em mais de 1,5 milhão de operações de abastecimento anualmente.

Mercado brasileiro

A empresa vê um mercado de hidrogênio em ascensão no país, abundante em recursos limpos, com uma matriz energética já quase 90% renovável que desempenhará um papel-chave nessa iniciativa mundial de descarbonizar o planeta nas próximas décadas.

“Acreditamos muito no potencial do Brasil como um dos líderes mundiais na produção desse combustível e destaco que as tecnologias já existentes de captura e sequestro de carbono são fundamentais para complementar nosso salto rumo a um ecossistema mais sustentável”, explica Pedro Batista. 

E completa que iniciativas como a Hydrogen Expo 2023 são fundamentais para estimular a discussão sobre o tema e novas iniciativas.

“A Air Products sabe que é fundamental estar presente em eventos que proponham esse debate e provoquem a sinergia de empresas em prol de um objetivo comum de sustentabilidade.” 

Site oficial: https://www.airproducts.com.br/industries/hydrogen-energy

Imprensa

ANUNCIE COM A AMBIENTAL MERCANTIL
AMBIENTAL MERCANTIL | ANUNCIE NO CANAL MAIS AMBIENTAL DO BRASIL
About Ambiental Mercantil Notícias 5351 Articles
AMBIENTAL MERCANTIL é sobre ESG, Sustentabilidade, Economia Circular, Resíduos, Reciclagem, Saneamento, Energias e muito mais!